Honey, de Kristen Ashley (+18)


Honey é o primeiro volume da nova série da autora Kristen Ashley, publicado no Brasil pela Universo dos Livros. O livro conta a história de Amélie, uma ama, praticando de BDSM no clube de elite Bee's Honey, e de Olivier, um homem que se rende a ser seu submisso. Dentro do clube, não existe limite para o prazer, testar, praticar os desenhos mais sombrios e secretos das pessoas, é um dos seus lemas. 

Quando nosso protagonista de associa ao clube, mesmo com receio do life style oferecido pelo clube, a obscuridade e o desejo fala mais alto, mas é quando ele conhece Amélie que ele começa a explorar seus desejos, ele não esperava gostar tanto de ser submisso. Conforme o tempo foi passando, o laço de cumplicidade e a intimidade entre os dois se tornam mais intensos e a paixão é inevitável. Mas como será que eles irão lidar com o misto de sentimentos que existem? Como contornar a situação e superar o passado?

Desde que comecei a explorar o mundo da literatura erótica, encontro livros que amo e outros que odeio. Honey foi diferente, pois me causou uma mistura estranha de sensações. Veja bem, estamos acostumados, devido a cultura patriarcal e machista, do homem sendo o protetor, o chefe da família e a mulher a submissa. Dentro da literatura erótica também vemos muito da situação submissa-amo, o BDSM está ai para comprovar. Mas Honey traz uma mulher como dominadora e isso é totalmente gratificante, pois reforça que não são somente os homens que podem e querem ser dominadores.

Olivier é o tipo de personagem que eu gosto, é inteligente, bonito, educado e não se acha por isso. Olivier sabe que tratar alguma mulher bem, não é mais que sua obrigação, mas ainda assim, vai se desconstruindo um pouquinho dentro das práticas do BDSM, onde é o submisso de Amélie, que também é uma personagem com muito potencial e muito interessante.

A desconstrução desse machismo é bastante pertinente dentro do livro, mesmo a autora trabalhando de forma sutil. Os personagens são interessantes a sua maneira, possuem um traço de personalidade que eu gosto, personagens fortes, mas amáveis.. No entanto, é ai que entra o maior pecado da autora. Devido a falta de enredo, a personalidade desses personagens foi comprometida. A história parecia não caminhar para lugar algum, deixando a sensação de "nada está indo para frente, estamos parados dentro da história".

O enredo foi importante para que eu acabasse achando a leitura monótona e complicada de se finalizar. Apesar da escrita da autora ser fluída e as cenas do BDSM serem muito bem escritas, a falta de composição no roteiro acabou prejudicando o andamento da história. Em suma, Honey foi uma leitura boa, mas poderia ter sido melhor. Conter apenas cenas de sexo não segura a atenção do leitor, se todo o resto não for bem desenvolvido e encaminhado. É uma pena, pois a história tinha potencial.

Esse livro não é recomendado para menores de 18 anos por conter cenas de sexo explícitas.


2 comentários

  1. Eu acho interessante quem se interessa por esse gênero, mas não é um que me conquista. Tentei ler aquela série da Garota do Calendário e não deu em nada. Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É realmente complicado o gênero, mas tem uns muito bons! Se quiser te indico qualquer dia.

      beiju. ♥

      Excluir