O mês de março já chegou com tudo! Afinal de contas, o ano só começa mesmo depois do carnaval, rs. Hoje eu vim mostrar para vocês, os principais lançamentos do Grupo Editorial Rocco. Tem muita coisa legal, que eu estou ansiando muito para ler. Deixa nos comentários qual é o lançamento de seu maior interesse, ok?

A CASA NO LAGO
Thomas Harding

U
ma casa pode guardar não só a história de uma família, mas também a história de uma nação. Finalista de prêmios de prestígio como o Costa Biography Award e o Orwell Prize e aclamado por veículos como Time e Spectator, entre outros, o terceiro livro do britânico Thomas Harding, segundo a chegar no Brasil pela Rocco, conta a história de uma antiga casa de campo nos arredores de Berlim que é também uma reveladora história da Alemanha durante um século conflituoso. A aconchegante casa onde os avós de Harding viveram dias de alegria e afeto em família teve que ser abandonada nos anos 1930, quando os nazistas chegaram ao poder, sobreviveu a incêndios e tempestades, abrigou cinco famílias que ali buscaram refúgio nos anos seguintes, testemunhou traições e assassinatos, resistiu ao trauma de uma guerra mundial e à divisão de uma nação. Prestes a ser demolida, a casa no lago é revisitada por Harding neste livro minucioso e emocionante. Tudo começou quando o autor resolveu visitar a antiga casa de fins de semana construída por seu bisavô em uma região próxima a Berlim, e descobriu que o pequeno chalé agora pertencia à cidade de Potsdam e seria demolido. Foi informado que só a comprovação do valor histórico do lugar o salvaria. Harding, pensando na importância da casa para a sua avó, que a chamava de “morada da alma”, resolveu contar a hístória de um espaço-símbolo das transformações que a sociedade alemã vivenciara no último século. Um reduto particular que esboça uma memória coletiva.  

RESISTÊNCIA
Affinity Konar

S
e a oferta de obras que abordam o Holocausto é grande, é raro encontrar livros que combinem uma pesquisa rigorosa, um enredo forte e uma escrita “excepcionalmente sensível” (The New York Times) como Resistência, de Affinity Konar. Livro notável pelo The New York Times; Livro do Ano pela Amazon e pela Publishers Weekly; indicação de leitura dos principais veículos de imprensa norte-americanos, Resistência narra a história das gêmeas polonesas Pearl e Stasha, que aos 12 anos são enviadas para Auschwitz, onde são transformadas em cobaias de uma medicina não a serviço da cura e da vida, mas da dor e da morte. Ali, no zoológico de Josef Mengele – o “Tio Mengele”, como gostava de ser conhecido, ou o “Anjo da Morte”, como ficou conhecido – são submetidas a alguns dos piores tipos de atrocidades da História. Sob o terrível pretexto de provar a superioridade da raça ariana, Mengele – que morreu nos anos 70, no Brasil, onde se refugiou – conduzia com gêmeos, anões, grávidas uma série de experimentos científicos grotescos: de amputações sem anestesia à injeção de azul de metileno nos olhos das vítimas na tentativa de mudar sua cor original. Mas não é Mengele o foco do livro, e sim Pearl e Stasha, duas mischling (termo usado pelos nazistas para denotar “mestiços”, “miscigenados”, em referência a judeus com traços arianos).

A magia da raposa
Foxcraft
Inbali Iserles
I
sla e Pirie são duas raposinhas inseparáveis. Pelo menos eram até o dia em que Isla ficou um pouco para trás na volta para casa e de repente perdeu a família de vista. Papai, mamãe, vovó e Pirie haviam simplesmente sumido. Ao invés deles, Isla encontrou raposas nada amigáveis rondando a sua toca. O que significava aquilo? Para onde havia ido sua família? Agora ela tinha uma grande missão: descobrir o que havia acontecido naqueles instantes em que se distraiu procurando frutinhas. Depois de perambular por quilômetros, passar por vários medos e se alimentar basicamente de insetos e besouros, Isla estava exausta e com os nervos à flor da pele. Não bastassem as ameaças dos cachorros, dos sem-pelo (como eram chamados os humanos no universo das raposas) e seus esmagadores (carros), havia ainda o canal da morte (a estrada), local que todo filhote deveria evitar. Só que diferentemente do irmão, Isla ainda não tinha muita desenvoltura para se virar sozinha. A sorte de Isla começou a mudar quando foi encontrada por Siffrin, que estava em busca do irmão de Isla, Pirie. Não que ela tenha ficado contente com a presença de Siffrin, mas a raposa mais velha e experiente tinha a missão de levá-la sã e salva até as raposas anciãs, onde talvez começasse a entender o que aconteceu com a sua família. Durante o trajeto, Siffrin irritou-se várias vezes com a ignorância de Isla sobre o mundo das raposas, mas aos poucos foi explicando à raposinha sobre os segredos e poderes da espécie. Isla soube do Foxcraft, um poder ancestral de metamorfose dominado por Siffrin, além de outras habilidades para confundir os inimigos. O menosprezo de Siffrin por Isla diminuiu apenas quando ele começou a perceber que a filhotinha tinha um valor não esperado. Isla tinha uma forte ligação com Pirie, o filhote desaparecido, a tal ponto de ver pelos olhos do irmão. Siffrin percebeu que não podia perder Isla de maneira nenhuma, pois ela parecia preciosa – mesmo que ela mesma não tivesse ideia disso. Para o bem de todos no universo das raposas, seria bom que Isla chegasse inteira onde estavam as anciãs. O caminho, porém, seria repleto de grandes desafios, mas tudo seria um aprendizado à raposinha narradora da história. 

Kingmaker
O abandono da fé
Toby Clements


E
m O abandono da fé, segundo volume da série épica Kingmaker, Toby Clements leva o leitor a ainda mais perto do centro da ação da bárbara e intrincada Guerra das Rosas, que marcou e transformou a Inglaterra durante a segunda metade do século XV. Com ritmo, tensão e descrições vívidas de uma Europa em que batalhas mortais são fatos corriqueiros, a narrativa retoma as qualidades que fizeram do livro anterior, Uma jornada no inverno, uma das obras de ficção histórica mais aclamadas da década. Em um cenário de frio, fogo, fome e sangue, o cônego Thomas e a noviça Katherine seguem em fuga em meio ao caos e às intempéries – e em posse de um perigoso segredo que a Igreja e o Estado não pouparão esforços para proteger. Em 1461, sob forte nevasca, a Batalha de Towton registrou 20 mil ingleses mortos em um único dia. Eduardo de York triunfou e foi coroado Eduardo IV, mas sua vitória, por uma margem mínima, não assinalou o fim das cruéis disputas pelo trono. O rei Henrique VI e a rainha Margaret, de Lancaster, conseguiram escapar e se refugiar na Escócia, nos castelos de Dunstanburgh e Alnwick, que logo se tornaram faróis de esperança para os derrotados. Agora, o conde de Warwick, poderoso aliado do rei Eduardo, marcha para o Norte com um vasto exército e artilharia suficiente para pôr abaixo qualquer fortaleza. Assim, enquanto alguns rezam para que a queda dos castelos assinale o fim de um doloroso capítulo na história inglesa, outros esperam que um milagre faça com que o velho monarca sobreviva, prospere e retorne o poder para corrigir as injustiças propagadas nos últimos anos. Nesse contexto, Thomas, ferido, perde a voz e a memória, e, seguindo seu único vestígio de lembrança, chega até a fazendo dos irmãos que há muito não o viam. Katherine continua vivendo sob disfarce, amada e protegida por um homem que não faz ideia de sua real identidade. Mas as circunstâncias confluem para um reencontro no cerne de uma Inglaterra dilacerada, embora, para eles, os motivos por trás daquele conflito pouco signifiquem. Camuflando o passado, Katherine e Thomas travam suas guerras pessoais contra inimigos que chegam cada vez mais perto.

Inesquecível
Jessica Brody

Pior que esquecer o passado... é se lembrar dele.

Q
uando uma adolescente de 16 anos acorda no mar, em meio aos destroços de um acidente aéreo, sem memórias, sem pistas do seu passado, ela precisa começar uma nova vida e tentar juntar as peças de sua identidade. Inesquecível é o mais novo sucesso da norte americana Jessica Brody. E o início de uma nova série de ficção repleta de ação, romance e suspense. Na obra, Jessica começa a história de uma jovem encontrada no mar, junto aos restos de um terrível acidente aéreo. Sem memória, documentos, nenhum conhecido ou familiar, sem mesmo um nome… Já que não parece existir registros de sua vida antes do acidente, a misteriosa sobrevivente passa a ser chamada de Violet pela equipe do hospital. E após sua liberação é adotada por uma típica família americana enquanto espera uma solução para seu caso. Em uma nova casa, Violet começa a descobrir pequenos prazeres, como o sanduíche de queijo, fazer compras e a se adaptar a esta nova realidade. Mas a jovem ainda precisa descobrir sua história e para isso conta com a ajuda relutante de seu novo irmão adotivo. Até que um misterioso rapaz surge na sua vida e diz saber quem ela é e de onde veio. O choque das revelações leva a moça e seu novo irmão a uma alucinante jornada em busca da verdade. Mas cada pista levanta novas questões, e o tempo está passando. Sua última esperança é o estranho que afirma saber do seu passado, mas será que ela pode confiar em alguém que não conhece? Ou será que conhece? Será que ele é capaz de protegê-la dos que estão atrás dela?

Deixe um comentário