| RESENHA #145 | A VADIA, GISLAINE OLIVEIRA

ISBN: B01MD2IHW6 
Título: A Vadia  
Autora: Gislaine Oliveira 
Ano: 2016
Páginas: 220
Idioma: Português
Editora: Amazon
Gênero: Jovem Adulto, Drama
Nota: 4/5
Sinopse: Esta não é uma história de amor comum, destas que você está acostumado a ler. Existe a menina boazinha? Sim! O menino bonzinho? Sim! A menina invejosa que quer separar os dois? Claro! Então o que é que esse livro tem de tão especial? Você já vai descobrir. Esta história não será contada por um narrador desconhecido, nem pelo casal apaixonado. Contrariando todas as expectativas dos românticos de plantão, quem contará a história será ela: A Vadia. Apresentações não serão necessárias. Você já conhece A Vadia. A garota alta, loira, peituda e fútil. Ela é a rival, a arqui-inimiga da garota tímida e do bem por quem o cara se apaixona. A piranha que dá em cima do mocinho e que também abandona um namorado só porque ele é pobre. Você já conhece esta trama. Mas deve saber que toda história tem dois lados. Você já conhece um. Agora vai conhecer o outro! 

"A Vadia" foi mais um dos títulos que tive oportunidade de conhecer graças ao KindleUnlimited. Nele, finalmente, conhecemos a história da vilã, no caso, a vadia. Que atire a primeira pedra quem nunca quis saber a sua versão! Quem nunca teve curiosidade em saber o lado da história da vadia que dá em cima do menino compromissado. Da menina que teve fotos íntimas vazadas. Ou até mesmo da menina que usa roupa extremamente justas ou decotadas.

Sendo narrado em primeira pessoa, conhecemos a Samantha - para os mais íntimos Sammy -, mais conhecida pelos seus colegas de classe como a vadia. Sammy é jovem, inteligente e engraçada. Apesar disso, na escola sempre esteve isolada, tudo por ser amiga de um garoto negro - no caso, o seu melhor amigo. Ela nunca passou despercebida pelos colegas de classe, porém as coisas pioraram quando um colega de classe resolveu espalhar boatos falsos ao seu respeito, fazendo com que ela ficasse conhecida como a vadia da escola.

O que mais me intrigou a respeito de Sammy é a forma com que ela lida com os boatos ao seu respeito: não dando a mínima. E não, não é só da boca pra fora! A jovem realmente não liga para os burburinhos cada vez mais frequentes. E é aí que me peguei a invejando. Aliás, quem nunca desejou dar menor importância a opinião alheia a respeito de si?

Ter poucos amigos, ou melhor, um único amigo, nunca foi um problema para Sammy. Mas as coisas passaram a ganhar proporção após o seu ex-namorado - e melhor amigo - afastar-se dela por conta de outra garota. Luiz Henrique, sempre esteve presente em sua vida. E quando digo isso é de forma literal. Suas mães eram melhores amigas e deram a luz no mesmo dia a ambos. Desde então, os dois compartilham absolutamente tudo. Até que um interesse amoroso surge entre os dois, acabando por causar rachaduras nessa amizade, que desmoronou quase por completo com o aparecimento de Diane - a atual namorada - na vida do jovem.

Se você está pensando que esse é só mais um livro que aborda o bullying na escola sofrido por uma jovem, devo lhe dizer: você está errado! É óbvio que a autora dá um destaque maior para essa temática, porém também consegue desenvolver assuntos tabus com bastante propriedade, mas sempre com humor e leveza.

"A Vadia" é uma leitura um tanto emocionante, desde que nos faz refletir sobre o quanto somos injustos muitas vezes ao não darmos importância em ouvir mais do que apenas um lado da história. E também, sobre a quantidade de vezes que escutamos por aí mulheres denegrindo a imagem de outras, ou até mesmo homens - por não aceitarem ouvir um não ou por terem levado uma mulher para a cama no primeiro encontro. Apesar de ser um livro, ele é muito real. Está presente diariamente na nossa sociedade. E no final, uma coisa é certa: somos todas vadias ou um dia seremos.

Nenhum comentário