ISBN-10: 8576865319
Título: A Garota do Calendário #10: Outubro
Autora: Audrey Carlan
Ano: 2016
Páginas: 160
Idioma: português 
Editora: Verus
Nota: 3/5
Gênero: New Adult
Livro cedido em parceria com a editora.
Sinopse: Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser. Outubro virá com um sopro de novidade para Mia. Agora que as coisas estão quase todas resolvidas em sua vida, ela pode se estabelecer com o homem que ama e dar uma nova direção para sua carreira.

Eu não sei nem como dizer que estou decepcionada com a série da Garota do Calendário. Parece que perdeu toda a força no meio do caminho e está indo aos trancos e barrancos até o fim da linha. Em outubro, Mia já está respirando novos ares e novidades surgiram, algumas coisas foram resolvidas, agora ela pode voltar para o seu amado e desfrutá-lo, bem era o que ela imaginava pelo menos.

Cada vez mais superficial. Eu sempre fui uma defensora da série, mas parece que cada vez mais a história tem ficado sem rumo, perdida e superficial, sem aprofundamento de nada. Eu esperava mais desenvolvimento e apesar de termos um final cheio de amor, teoricamente, o drama do livro é pouco explorado e acabou sendo arrastado. Aqui nós também vemos a profissão da Mia ir para um rumo diferente, o que já deixa a proposta inicial da série bem distinta do que está sendo desenvolvido.

O livro é pequeno, não passa de 160 páginas, então da pra saber que a história não é muito aprofundada mesmo, mas nos outros volumes, a vida da Mia ainda era envolvente e agora não é. A decepção de não gostar mais da Mia é o que me matou, porque eu realmente gostava da personagem e enxergava sempre uma constante evolução. Agora, me pareceu que ela ficou na sombra do seu namorado Wes e perdeu todo seu brilho e determinação própria. 

Nesse livro, Wes está de volta, já que ele passou por poucas e boas no outro livro, mas ainda assim, eu não consegui enxergar aquela magia de antes. Mia e Wes são duas pessoas que se amam, que enfrentam alguns problemas, mas fazem de tudo para ficar juntos. Mesmo a Mia sendo complicada do jeito que é, eles conseguiam ter uma boa sintonia e formavam um casal que eu adorava. Mas nesse livro, os achei sem graça, e olha que aconteceu uma coisa “muito fofa” no final do livro. 

Em suma, a história foi bem meia boca. Eu esperava maiores emoções, mas acabei ficando bem descontente com os rumos da história. Agora faltam apenas dois volumes para acabar e eu estou ansiosa, mas receosa ao mesmo tempo. Não sei o que vai acontecer, porque a Audrey decaiu muito nos últimos volumes e mesmo sua escrita sendo bem acessível, a leitura foi arrastada. 

E você leitor? Já leu esse volume ou tem acompanhado a série? Me diz ai o que você achou! 

Deixe um comentário