| RESENHA #69 | NOTURNOS, JOHN CONNOLLY

 ISBN-10: 8528616819
 Título: Noturnos
 Autor: John Connolly
 Ano: 2016
 Páginas: 294
 Idioma: português 
 Editora: Bertrand Brasil
 Gênero: contos, suspense, terror
 Livro cedido em parceria com a editora.

Sinopse: Crianças acreditam que monstros são reais. Adultos tentam convencê-las do contrário — ou de que, no final, eles sempre serão derrotas. Nesta que é sua primeira coletânea de contos, John Connolly escreve sobre os mundos infantil e adulto em confronto em dezesseis histórias absolutamente assombrosas, com ecos de alguns dos mestres do horror — M.R. James, Ray Bradbury, Stephen King —, mas sem abrir mão da voz única e inconfundível que o consagrou em O Livro das Coisas Perdidas. Amores perdidos, crianças desaparecidas, demônios predatórios e fantasmas vingativos são apenas alguns dos ingredientes que compõem esta imperdível antologia.
Classificação: 4/5

Vocês perceberam que estou lendo muitos livros de contos ultimamente? Pois é, nem sempre fui muito fã de contos, pois prefiro histórias mais longas e desenvolvidas. No entanto, ao ver Noturnos como lançamento, eu me interessei muito, principalmente por conter histórias de terror. 
Noturnos possui 16 contos, entre eles: A balada do caubói canceroso, o Daemon do Sr. Pettinger, O rei dos Elfos, A nova Filha, o ritual dos ossos, A sala da caldeira, As bruxas de Underbury, O macaco do tinteiro, Redemoinhos de areia, Crianças às vezes se perdem, Verde escuro e profundo, Srta. Froom, vampira, Noturno, O abismo de Wakeford, A extravagância do Sr. Gray e O Ciclo. 

John Connolly superou todas as minhas expectativas com todos os contos. Temos uma entrada espetacular com A balada do caubói canceroso, um conto muito peculiar e terminamos com O ciclo. Nenhum dos dois é o meu favorito, mas O Rei dos Elfos e O abismo de Wakeford foram os escolhidos como queridinhos. Toda a construção da atmosfera dos contos são deliciosas. O autor não produziu contos curtos, a maioria deles passam de 40 páginas, o que deixa o desenvolvimento melhor aproveitado. 
John Connolly tem uma escrita bem interessante e uma narrativa bem peculiar, alguns contos são em terceira pessoa, outros em primeira, então varia muito, e apesar de ter desconhecido algumas palavras, achei muito acessível todo o vocabulário apresentado. Sem falar que o terror adotado é inteligente. E gosto de histórias inteligentes, principalmente aquelas que podem contar uma boa história sem percorrer caminhos muito intensos. Todos os contos possuem sua natureza de terror, mas o autor trabalha com suspense entre outros gêneros. 

John connolly nasceu em Dublin, em 1968. É colaborador do Irish Times, ganhou o Barry Award de melhor romance policial e foi o primeiro americano a ganhar o Shamus Award. Ou seja, o autor já é consagrado e Noturnos é mais um livro que marca a trajetória brilhante do autor.

Em suma, Noturnos é um livro que reúne várias histórias fantásticas de terror. Uma boa para quem é fã do gênero e também para quem quer começar a ler. Eu indico para todos aqueles que se arriscam a ler à noite. 

15 comentários

  1. Olá... que linda sua resenha!
    Adoro contos e esses parecem ser muito deliciosos de ler, pelo que diz em sua resenha!

    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir

  2. Oi. Adorei a resenha, assim como adoro ler livros de contos, por serem mais curtos, e as vezes não se tem tempo, então um livro de conto cai muito bem. A capa é muito bonita, assim como a diagramação. Abraços!

    Marcas literárias
    leootaciano.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Eu amo contos, muito mesmo. Se pudesse leria um por dia, acho essa forma de contar histórias muito sedutora mesmo. Eu não conhecia esse livro, mas já me encontro muito interessada nele, principalmente por você ter gostado tanto mesmo não sendo o seu estilo literário favorito.

    Muito obrigada por essa dica incrível.
    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Adoro livros de terror e fiquei muito interessada em ler Noturno. Achei a premissa bem interessante e gostei dos títulos dos contos. Achei bacana as histórias serem inteligentes e, mesmo que possuam algumas palavras desconhecidas, serem acessíveis. Anotei a dica de leitura e espero comprar para ler de noite, pois achoque vou me surpreender.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Eu também não sou muito de ler livros de contos,mas estou dando a maior chance para o estilo de livro. Não tinha visto resenhas sobre esse livro, mas já o conhecia e sabia do que se tratava! Achei bem legal a sua resenha e me deixou bem mais curioso para ler a obra. Depois de ler essa contra capa me deixou bem ancião para ler kkk. Até mais
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Olá ♥
    Adorei a resenha e as fotos, fora que a capa do livro é maravilhosa toda trabalhada no roxo e preto, mas a pessoa aqui é muito medrosa para ler esse gênero a história pode me chamar atenção em vários aspectos igual esse livro que é formado por contos, mas sou muito receosa em completar a leitura. Parabéns pelo blog ♥

    ResponderExcluir
  7. Oie, que delícia, eu adoro contos de terror quando são bem escritos, não aqueles que se fingem de terror e esse parece ser um livro assim, gostei de saber que os contos tem um bom tamanho, não são tão curtinhos e que se mistura mundo adulto e infantil. Eu nunca tinha ouvido falar no livro mas já fiquei desejando lê-lo.

    ResponderExcluir
  8. Oii, tudo bem?
    Assim como você eu não sou uma grande fã de livros de contos, mas esse realmente chama a nossa atenção. Fico feliz que os contos do autor sejam grandes, pois assim da para se envolver mais na trama. Espero ter a oportunidade de o ler em breve.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Não sou muito de ler livros de contos, mas sabe aquela vontade? Eu tenho, mas não sei por onde começar e gostei muito desse livro, com histórias interessantes que me chamaram a atenção. A capa é maravilhosa, e tem tudo a ver com os contos de terror!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br//

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Como boa fã que sou de Stephen King e Edgar Allan Poe, adoro histórias de suspense e terror. Não conhecia o livro, e apesar de não ler muitos contos, vou querer ler esse. Obrigada pela dica! Bjos

    ResponderExcluir
  11. Oi oi querida,
    Eu já vi esse livro na livraria mas não dei muita importância, pois um livro de contos hoje em dia parece muito bobo.

    Mas a sua resenha me fez ver esse livro com outros olhos e vou começar a ler contos novamente.

    P.S. Eu parei de ler Contos faz um tempo. Mas pelo o que você me disse esse tem um pouco de terror e isso me fez gostar de ler esse livro.


    Beijos, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  12. Oi, que capa linda! Eu não leio muitos contos mas acho que daria uma chance para esse livro. Também não sou fã de terror, morro de medo, mas um terrror inteligente não tem preço! Super leria, mas de dia rs
    Ótima resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  13. Sou super curiosa em conhecer a escrita do autor. Mas sou meio como você, não curto muito contos pois prefiro histórias mais longas. E também estou em um momento de ler mais do estilo de uns tempos para cá.
    O que me preocupa um pouco é o fato de serem contos de terror e eu sou a mais medrosa das pessoas para esse gênero. E ainda tem um "aviso" para não ler a noite, o horário que mais leio?
    É meio que uma dica para eu ficar acordada por dias.... mas, quem sabe?
    Amei a capa!!!!
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  14. Apesar de não ser muito fã de terror, achei sua resenha e o livro em si bem interessante!
    Pelo fato de serem contos, torna-se um pouco menos maçante e menos informações por vez, né?
    Adorei também suas fotos pra resenha :)

    Com Amor, Isa
    Depois da Moderação

    ResponderExcluir