#24 O Iluminado, Stephen King

segunda-feira, abril 04, 2016
Título: O Iluminado
Autor: Stephen King
Tradução: Betty Ramos de Albuquerque
Ano: 2012
Páginas: 435
Idioma: português 
Editora: Objetiva - Suma de Letras
Gênero: Terror / Horror / Suspense e Mistério
Sinopse: Danny Torrance não é um menino comum. É capaz de ouvir pensamentos e transportar-se no tempo. Danny é iluminado. Será uma maldição ou uma bênção? A resposta pode estar guardada na imponência assustadora do hotel Overlook. Em O iluminado, quando Jack Torrance consegue o emprego de zelador no velho hotel, todos os problemas da família parecem estar solucionados. Não mais o desemprego e as noites de bebedeiras. Não mais o sofrimento da esposa, Wendy. Tranquilidade e ar puro para o pequeno Danny livrar-se das convulsões que assustam a família. Só que o Overlook não é um hotel comum. O tempo esqueceu-se de enterrar velhos ódios e de cicatrizar antigas feridas, e espíritos malignos ainda residem nos corredores. O hotel é uma chaga aberta de ressentimento e desejo de vingança. É uma sentença de morte. E somente os poderes de Danny podem fazer frente à disseminação do mal.
Classificação: 5/5 - Favoritado

Em O Iluminado, acompanhamos Danny Torrance, filho de Jack Torrance, um menino que não é considerado comum, pois é capaz de ouvir os pensamentos, e teletransportar-se no tempo. Mas como ele pode ser assim? A resposta para esse mistério está no Hotel Overlook, o novo local de trabalho de seu pai, Jack, que devido a alguns problemas, estava aos trancos e barrancos para sustentar a sua família, mas viu uma oportunidade de melhorar de vida ao aceitar o trabalho de zelador no Hotel.. A vida da família Torrance caminhava muito bem, obrigado. Parecia que todos os problemas haviam sido solucionados, até mesmo as convulsões que Danny que sempre assustavam os pais. Mas acontece, que o Hotel Overlook não é um hotel comum e esse ar de tranquilidade pode acabar a qualquer momento, já que ainda existem espíritos malignos que rondam o Overlook. Apenas Danny e seus poderes é que podem fazer a disseminação do mal que ronda o hotel.

Eu já assisti ao filme há muito tempo, inclusive o tenho em DVD em casa, pois sempre gostei bastante da história. Ano passado, comprei o livro, mas acabei deixando-o de lado por preguiça. Eu sabia já da história, então não estava tão empolgada para lê-lo. Mas em março, eu finalmente consegui ler essa história tão fantástica que é O Iluminado, escrito pelo consagrado autor Stephen King.

O Iluminado foi originalmente publicado em 1977 pelo grupo The Doubleday Broadway Publishing, uma divisão do Random House. E a edição que eu tenho é da Editora Objetiva, selo Suma de Letras. O livro é narrado em terceira pessoa, mas acompanhamos a história através do Danny, que é O iluminado

Eu sempre me orgulhei de dizer que sou fã do Stephen King. Não tem uma obra dele que eu leia e não goste. Todas são de sua maneira peculiares e originais, ele com certeza é um dos autores mais fodas de ficção e horror. A maneira como suas narrativas se encaixam com os personagens é incrível. Ele consegue fazer com que uma narração em terceira pessoa se torne tão pessoal quanto uma de primeira pessoa. 
"O Sangue começou a escorrer das palmas das mãos. Como estigmas, ah sim. Apertou mais, martirizando-se com a dor. A mulher dormia ao seu lado, por que não? Não havia problemas. Concordara em levar Danny e ela para longe dos bichos-papões e não havia problemas. Então você veja, Al, achei que a melhor coisa a fazer seria... (matá-la)." Pág. 288 Capítulo 32.
Toda a construção e ambientação da história é feia com muita maestria, vamos percorrendo o Hotel, as cenas bizarras e chocantes, vamos descobrindo mais sobre os personagens e suas características, vamos sentindo medo deles e por eles, vamos acompanhando o desmembrar de uma história fantástica.

O jogo psicológico com Jack é sensacional, temos tantas inquietações mentais nesse personagem que a sua construção se torna intensa. Você vai percebendo seu comportamento mudar até termos aquela cena incrível do final do livro que não posso contar, porque estragaria a experiência. A mãe, Wendy, outra personagem tão bem construída e igualmente danificada emocionalmente. Eu adorei tanto o terror psicológico desse livro que não tem como não ficar com um nó na garganta ao me lembrar das cenas descritas com perfeição pelo King.

Danny é um caso a parte, um show a parte. Gosto muito, muito do personagem e da sua construção. Sua influência, suas visões... Caramba, uma criança apenas, que vive em toda uma perturbação. É em O Iluminado que temos uma das cenas mais icônicas da literatura (e do cinema) e eu garanto que você vai se arrepiar lendo-a.

Em suma, O Iluminado é um dos melhores livros que existem. Acho que todo leitor e amante de literatura deveria ter a experiência de ter lido essa preciosidade. Então se você não leu ainda, não perca mais tempo, porque vale muito a pena.

Um comentário:

  1. Acho que sou umas das piores autoproclamadas fãs do Stephen King, pois eu nunca li esse livro! :(
    É um dos maior clássicos do autor, todo mundo diz que é fantástico, mas até agora eu ainda nem comprei o livro, ô vida hahaha

    Mago e Vidro

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.