Título no Brasil: Se nada der certo
Ano produção: 2013
Direção: John Carney
Estreia: 18 de Setembro de 2014 (Brasil)
Duração: 104 minutos
Classificação: Não recomendado para menores de 12 anos
Gênero: Comédia, drama, música
País de Origem: Estados Unidos da América

Sinopse: Gretta (Keira Knightley) e Dave (Adam Levine) são namorados de longa data e parceiros na composição de músicas. Quando ele consegue um contrato com uma grande gravadora em Nova York acaba deixando tudo para trás, inclusive Greta. Mas a vida da jovem tem uma nova virada quando ela conhece Dan (Mark Ruffalo), um produtor musical falido que a vê cantando em um bar e se encanta com seu talento.
     É, esse filme entra naquela listinha dos ''eu não esperava nada e me apaixonei''. Eu vi um quote em uma página de filmes do facebook e me interessei. Afinal, música e drama na mesma história é sinônimo de vários lencinhos para enxugar as lágrimas. Begin Again é um filme despretensioso, lindo, que passa uma lição incrível e que com certeza acrescentou na minha vida.
     Eu sempre gostei do trabalho da Keira Knightley, mesmo que muitos críticos falam que ela é atriz de uma expressão só. Não sei se ela acertou os papéis em que aceitou fazer, ou se os filmes são tão bons que fazem a gente se esquecer da atuação dela, não sei, mas eu gosto dos trabalhos da Keira e sempre assisto quando posso. Agora, imagina a junção de Keira Knightley e Mark Ruffalo? E ainda de quebra, temos Adam Levine. Claro que o resultado seria interessante. 
     O filme já se inicia com a jovem Gretta cantando sua música, carregada de drama e simplicidade. Em seguida, vemos a vida do Dan, o produtor musical falido, todo fodido da vida, 99% demitido da gravadora, todo afundado no álcool e sem perspectiva. Nós, os expectadores, sabemos o que ele procura: originalidade. Ele escuta várias músicas, de várias pessoas querendo alcançar o sucesso e simplesmente acha tudo uma merda. Convenhamos, o que há de original no cenário musical atual? Eu compreendi totalmente ele, porque autenticidade é totalmente utópico nos dias atuais; no entanto, ele encontra esse detalhe tão minucioso, em Gretta. Uma das cenas mais lindas do cinema com certeza é dele imaginando todos os instrumentos compondo a música dela, que até então era apenas cantada por uma bela voz e um violão. Achei espetacular o que Dan enxerga em Gretta. 
     Dan fala com Gretta, mas ela não acredita no seu próprio potencial. Ai vemos que o talento dela estava tão introspectivo, que aquela brecha de aflorar e vir a tona, fez com que ela não se sentisse boa o suficiente para seguir o conselho de Dan. Uma jovem frustrada, prestes a deixar New York City, a cidade que nunca dorme, porque seus planos haviam ido para o beleléu. Mas ela houve a voz da razão, ou seria a voz do bêbado-falido-produtor-fracassado-musical? A questão é que ela se joga e é ai que começamos a perceber que o filme merece cinco estrelas.

"Então você se encontra no metrô,
com seu mundo em uma bolsa ao seu lado
E quando tudo parecia bem,
você percebe que é o fim da linha.
Se vale de alguma coisa.. Lá vem o trem.. sobre os trilhos..
lá se vai a dor.. e o filme acaba.
Você está pronto para o último ato?
Para dar um passo que você não pode voltar atrás?
Ela te amou? Ela te derrotou?
Ela estava de joelhos quando beijou sua coroa?
Diga-me então o que encontrou..
Então você se encontra no metrô.. com seu mundo em bolsa ao seu lado.''

     O relacionamento de Dan e Gretta vai florescendo, florescendo, vai criando proporções imensas. Nós sabemos que eles possuem uma ligação profunda, que eles tem tudo em comum, que eles ficariam juntos (no sentido romântico) sim! Mas John Carney soube dosar a forma como os dois iam conduzindo a relação e no final, percebemos que fizeram o certo em continuar amigos. A relação íntima criada, o desejo especial de cuidar e ajudar um ao outro, a cumplicidade, lealdade é muito mais intenso que qualquer romance. Acho que o final do filme foi perfeito; não foi clichê, não foi pedante, foi lindo. 
"Por isso eu gosto de música. Uma cena banal de repente se enche de significado. Todas as banalidades, de repente, tornam-se pérolas de beleza e efervescência".
Vocês perceberam que eu amei o filme né? Sim! Por isso, se você quer um filme descontraído, mas intenso e bom, é uma ótima atração. O filme passa uma mensagem sobre superação, sobre acreditar no seu potencial, sobre como a música é capar de transformar. E vocês? Já assistiram? Se sim, me conte!

21 Comentários

  1. AMEEEEEEEEEI seu post! *___*
    Sou apaixonada por esse filme, e a trilha sonora é demais da conta! hahahaha
    Já estou seguindo seu blog!! ;**

    www.ressurgente.com

    ResponderExcluir
  2. Sabe, eu já coloquei vários filmes da minha lista por causa de quotes também.
    Não conhecia o filme, mas quero muito assisti. Adorei a combinação de drama, música e comedia. Perfeito.
    Adorei a dica e pode ter certeza que vou assistir.
    bjs

    http://colecoes-literarias.blogspot.com/2015/07/resenha-jardim-de-espelhos.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você vai adorar, porque essa combinação deu muuuuuito certo!

      Beijos!!

      Excluir
  3. Um dos melhores filmes sobre musica na minha opinião!! Adorei a resenha!!
    Beijos ^.^
    http://naosouumagarotapopular.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Não conhecia o filme, mas já quero ver!
    A história parece encantadora, ainda mais por ter Mark Ruffalo no elenco!
    Com certeza irei assistir!
    Ótima resenha!
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, assista e depois me conta o que achou! ^~~~*

      Excluir
  5. Eu AMO o Ruffalo! E tem Adam Levine? Haha vou ver e é logo! E esse ingrediente musical me conquistou de vez! Dica legal <3
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahaha que bom que gostou da dica. O Ruffalo tá ótimo, vais gostar! :)

      Excluir
  6. Olha eu nunca assisti esse filme, mas tenho bastante curiosidade.
    Me parece ser muito bom.
    Já vi em algum blog falando sobre ele, mas eu ainda não o procurei.
    Ando tão focada nas minhas leituras que acabo até esquecendo de ver filmes.
    Quando assisto é mais a noite antes de dormir e é bem complicado eu pegar no computador para poder
    ver algum filme assim que estão lançando ou outros mais antigos que já foram colocados na net. Enfim...Mas espero gostar bastante assim que o fizer =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/07/resenha-abandonado.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sil,
      É um ótimo filme, despretensioso e bem gostoso de assistir. Quando tiver um tempinho, assista o, acho que vais gostar bastante. :)

      Excluir
  7. Eu amo esse filme. Também adoro a Keira, sou super fã do trabalho dela e dane se quem acha que ela não tem expressão. Minha única decepção com o filme foi eles não ficaram juntos; sim, eu sei, foi o correto, mas meu coração shipper não entende isso. Rs



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! Dane-se o que as pessoas falam sobre ela, nós a adoramos né? Hahaha eu entendo o seu coração shipper! Eu só consegui entender o motivo deles não ficarem juntos, depois de refletir muuuuuuuuuuuuuito! hahah

      Excluir
  8. Nunca tinha ouvido falar desse filme, mas adorei a dica! Embora eu não seja muito ligada em música, gostei da forma como ela liga essas pessoas, e fiquei curiosa para conferir a história. Mas não gostei de saber que eles não ficam juntos, rs, mesmo que você tenha considerado o certo.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se tiver a oportunidade de assistir, assista! Acho que vai gostar, apesar deles não ficarem juntos, rs

      Excluir
  9. Taí, eu vi o trailer desse filme quando estava pra lançar. Mas lançou e eu não assisti. Não dei muito nele não assim de cara, embora eu adore o Mark Ruffalo! Mas agora que cê falou acho que vou dar uma chance e ver no próximo fim de semana! Ótima resenha, aliás, como sempre!
    Beijão do Book Of Days, Anne, sua DIVA Divante Divamente Divosa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Veja o filme sim!!! Vale a pena. Depois me conta o que achou!!! :) <3

      Excluir
  10. Eu só tenho uma dúvida....Eu assisti ao filme é simplesmente adorei! Acho que o filme passa sensações diferentes sobre a música é que claro encanta qualquer um! Eu só não entendi o final, o "Dave kohl" está a cantar a Lost Stars e a "Gretta" está a assistir, OK eu entendi que ele estava a cantar com a composição dela é de maneira mais suave mas que ao longo do tempo deixou-se levar e cantou mas Pop....Aí a Gretta começa a chorar do nada e eu não entendi! É capaz de me explicar porque é que ela estava a chorar enquanto ele cantava?

    ResponderExcluir