Ano produção: 2015
Direção: Andy e Lana Wachowski, Dan Glass, James McTeigue e Tom Tykwer
Estreia: 5 de Junho de 2015 
Classificação: Não recomendado para menores de 16 anos
Gênero: Drama, Ficção Científica
Canal: Netflix


Sinopse: A série foca em oito personagens espalhados pelo mundo que se ligam mentalmente e emocionalmente após uma morte trágica. Eles podem não só conversar entre si como ter acessos aos mais profundos segredos de cada um. Juntos eles precisam não apenas entender o que aconteceu e o porquê, como fugir de uma organização que está atrás deles para capturá-los e estudá-los.
Eu achava que não poderia assistir uma série desse gênero no ano de 2015. Na verdade, eu acho que nunca pude imaginar que assistiria qualquer coisa parecida na minha vida. Os irmãos Wachowski usaram toda a genialidade e competência do universo ao nos apresentar Sense8.
São oito pessoas ao redor do mundo que nunca se viram na vida. Não sabiam da existência um do outro e de repente se viram ligados mentalmente e sentimentalmente um com os outros. A série mostra a vida de todo mundo de uma forma muito honesta, não teve medo de mostrar o pior lado do ser humano e também mostrou como tudo influencia na pessoa que nos tornamos. Acredito, que é uma das séries, se não for A série, que mais retratou a realidade da forma que ela é, crua e má. 

     Eu acho que a história que mais me doeu foi a da Nomi, uma transsexual que sofreu abusos quando criança por seus coleguinhas, viu o pior das pessoas como sua mãe, viu e sentiu o preconceito de uma das formas mais sofridas do mundo. Os diálogos entre ela e seus colegas sensetes foram espetaculares. A conversa dela com Lito, um ator mexicano famoso, mas que se esconde no armário porque tem medo de perder a carreira por ser gay, foi uma das que mais me tocaram. Eu sou hétero, mas me senti na pele quando Nomi diz "The violence that I realized was unforgivable... Is the Violence that we do to ourselves. When we are too afraid to be who we really are." 
     Eu poderia ficar falando sobre todos os personagens e todas suas peculiaridades. Eu amo cada um dos 8. Não tem um que eu goste menos, porque para mim eles se completam. Kala a indiana que precisa seguir sua cultura se casando com um homem que não ama. Lito o ator mexicano que tem medo de sair dos armário e perder a carreira, Nomi a transsexual lésbica que sofre preconceito (óbvio) da sociedade, incluindo de algumas pessoas da comunidade LGBT, Wolfgang um alemão que dispensa comentários rs, Capheus africano que sofre para caramba para sobreviver e conseguir os remédios para mãe, que é portadora de AIDS (Talvez seja o mais lindo de todos), Sun a coreana que sempre foi rejeitada pelo pai e irmão milionários, Riley  a islandesa que mora em Londres e que tem uma história triste para caramba e Will, um policial norte americano típico, que coloca a lei e a bondade acima de tudo. Cada um com sua história, com sua vivência, com seus sentimentos e desejos. Mas eu quero que vocês descubram cada um deles assistindo a série. 

     Netflix acertou em cheio quando não teve vergonha de mostrar a vida humana como ela é, e nesse caso, quando digo ''ela é'', quero dizer sobre sexo. Muitas produções se perdem no medo de mostrar uma nudez masculina frontal, porque acham que seria uma afronta, mas se esquecem de que isso existe na vida real mesmo. Sense8 tem sexo lésbico, tem sexo hétero, sexo gay, orgia, nu frontal masculino, peitos e muito amor. A forma como trataram o sexo, não foi de uma forma vulgar. Foi sensual, foi lindo e foi poético. Quando vocês assistirem, entenderão do que estou falando.
      Sense8 é uma das melhores surpresas nos meus 19 anos e meio de vida. Eu chorei, sorri, quis abraça-los, cuida-los. Não teve um episódio ruim, um episódio que valeu menos a pena. Eu poderia ficar horas e horas falando sobre como essa série é incrível, mas talvez eu tiraria toda a sensação de assistir a série sem saber o que irá acontecer. Se vocês tiverem a oportunidade, não hesitem. A temporada completa com 12 episódios já está disponível no netflix e aposto que já tem os episódios no pirate bay e kickass. Aproveitem! Desfrutem dessa obra MARAVILHOSA. A nota que dou é 11, porque 10 é muito pouco.

17 Comentários

  1. Oi, tudo bem?
    Confesso que não sou muito de acompanhar séries. E essa eu nem conhecia ainda.
    Bom você falou tão bem que bateu curiosidade. Mas não sei, quem sabe eu arrume um tempinho, nunca consigo acompanhar mesmo..rs Não dá tempo.

    livrosvamosdevoralos.bogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oiiiiii.
    Eu nao vejo muita série e as poucas que eu acompanho são mais de fantasia kkkk vampiros e tal.
    Então essa não me agradou, não faz meu tipo mesmo.
    Mas que bom que você gostou :D
    beijos

    http://colecoes-literarias.blogspot.com.br/2015/06/resenha-o-plano-e-o-amor.html

    ResponderExcluir
  3. Olha eu sinceramente não sou muito fã de série não.
    Eu começo a assistir e nunca termino. Mas achei bastante interessante esse.
    Espero poder conhecer qualquer dia desses viu!
    Mas não por agora, porque tenho várias pendentes.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/06/resenha-ruina-e-ascensao.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se um dia tiver a oportunidade de assistir, assista Silvana! Vale muito a pena. :)

      Excluir
  4. Oi, tudo bem?
    Nunca tinha ouvido falar dessa série ainda, mais Uau, tô até sem palavras para tantos elogios!
    Fiquei curiosa demais para conhecer essa série depois de tudo que você falou e com certeza se eu tiver oportunidade vou tentar assistir!

    Beijo :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faça isso Maiara! Espero que goste tanto quanto eu gostei. :)

      Excluir
  5. Já estava curiosa sobre esta séria porque muita gente (tipo, muita mesmo) do meu facebook estava comentando... Mas admito que fiquei com uma preguicinha de pesquisar mais sobre. Agora que li sua resenha fiquei mais empolgada e curiosa! Vou ver de assistir, haha
    http://laemjupiter.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha do it. Realmente bastante gente tem gostado da série, particularmente amei (nem deu pra perceber né haha). Se tiver tempinho, assista e depois me conte o que achou! :)

      Excluir
  6. Olá! Tudo bem?

    Eu não conhecia essa série e uau. Parece ser maravilhosa!

    Não tenho o costume de assistir séries, simplesmente por não ter tempo mesmo.

    Obrigada pela dica! <3

    Beijos e até!

    www.dreamsandbooks.com

    ResponderExcluir
  7. Oi, não senti conexão cm essa serie e nem muita curiosidade, gosto mais de acompanhar quando se tem música na trama ou muita ação. Acompanho somente Se Ela Dança, Eu Danço e Os Mercenários, mais nenhuma outra me chamou tanta atenção assim.

    Mas achei bacana conhecer mais uma serie nesse mundo onde series virou febre.

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A série tem bastante música e MUITA ação, não seja por isso. Mas caso um dia tenha oportunidade de assistir, do it. :)

      Excluir
  8. Vi propaganda dessa série no Netflix, mas não sabia sobre o que era.
    Me interessou muito a sua resenha.
    Estou terminando de ver uma temporada de outra série e vou começar essa.
    Amo as produções do Netflix. Até hoje nunca uma decepcionou.
    Achei muito bacana a ideia de que eles são interligados, mesmo nunca tendo se visto.
    :)

    Beijooooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmm, a ideia é ótima. Netflix nunca decepciona seu público, rs. É bem interessante mesmo, se puder assistir, assista! :)

      Excluir
  9. Estou meio que, louca para ver Sense8!!! Só pelos trailers já dá para ter uma ideia do quão boa ela é!!!
    Quando o lindo do Enem passar, vou relaxar (ou não), com Sense8! hahaha
    Adorei a resenha!
    Beijoss

    www.notavelleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir