Lançamento 23 de abril de 2015
Duração: 2h22min
Direção: Joss Whedon
Com Robert Downey Jr., Chris Evans, Mark Ruffalo mais
Gênero: Ação , Aventura , Ficção científica
Nacionalidade: EUA


Sinopse: Tentanto proteger o planeta de ameaças como as vistas no primeiro Os Vingadores, Tony Stark busca construir um sistema de inteligência artifical que cuidaria da paz mundial. O projeto acaba dando errado e gera o nascimento do Ultron (voz de James Spader). Capitão América (Chris Evans), Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), Thor (Chris Hemsworth), Hulk (Mark Ruffalo), Viúva Negra (Scarlett Johansson) e Gavião Arqueiro (Jeremy Renner) terão que se unir para mais uma vez salvar o dia.












Explosões, muita ação, uma equipe unida. É assim que se dá início Vingadores: Era de Ultron. Damos de cara com uma base da Hidra em Sokóvia na Europa Oriental (a mesma que aparece na cena pós-crédito de Capitão América: Soldado Invernal), onde experiências eram realizadas com o cetro que Loki usava no primeiro filme da franquia. A partir daí encontramos os Vingadores novamente em ação (dessa vez sozinhos, já que a SHIELD não existe mais), tentando invadir a base e recuperar o cetro para que Thor o leve de volta à Asgard.

Não me matem por ter contado o início do filme, porque esse pequeno trecho está mais para descrição do que um spoiler, e não há nada de mais do que você já tenha visto nos trailers (dos vários liberados). Já que entramos no assunto “trailer” gostaria de iniciar esse post falando um pouquinho deles. Esqueça a sequência que foi apresentada. Eu já tinha criado “n” hipóteses diferentes do que poderia acontecer com base nos trailers, e todas elas foram quebradas uma por uma ao longo do filme. A cada cena era uma surpresa do tipo “hey, não era pra esse diálogo ser aqui?” ou do tipo “MEU DEUS NÃO ACREDITO NISSO” . Mesmo assim essa foi uma experiência muito boa, porque me ajudou a entender melhor a história.



Agora vamos falar dele, o roteiro e o enredo em si. Acho que todos aqui devem lembrar de como o primeiro Vingadores era abarrotado de piadas, quem não lembra do “We have a Hulk” não é mesmo? Já em Era de Ultron esse clima stand-up foi menos solicitado, é claro que as piadas não foram 100% esquecidas, mas na minha opinião foram enquadradas no momento certo, o que abriu espaço para outros assuntos serem explorados durante o longa. E é aí que entra o desenvolvimento dos personagens menores e dos novos heróis. Gavião Arqueiro e Viúva Negra tiveram os seus momentos, onde foi mostrado um pouquinho mais do seu passado e vida pessoal, até então desconhecidos. Os novos heróis também tiveram seu tempo, Wanda e Pietro Maximoff (Feiticeira Escarlate e Mercúrio) puderam explicar suas origens e porque optaram (inicialmente) pelo lado anti-vingadores. E o Visão, bem, ele teve seu momento de criação bem rápido, foi desenvolvido emergencialmente como uma forma de deter Ultron e para isso foram utilizadas a consciência mecânica do JARVIS junto com outro elemento de extrema importância que falarei mais tarde. Há também a presença de Ulysses Klaw, um contrabandista de armas da nação de Wakanda. Klaw apareceu em apenas uma cena, mas sua presença foi um eixo importante para as futuras produções da Marvel Studios.



Finalizado a parte sobre os heróis gostaria de falar um pouco do nosso vilão, Ultron. Um projeto de Tony Stark junto com Bruce Banner (Hulk) cujo objetivo era proteger o planeta Terra de toda ameaça (terrestre ou extraterrestre). Logo após ser criado o vilão tem a concepção de que ele deve sim salvar a Terra, mas salvá-la dela mesma, da humanidade e dos Vingadores. O robô luta, faz piada, faz seus discursos apocalípticos de uma forma muita natural, graças a interpretação incrível do ator James Spader. Uma outra característica de Ultron que gostei muito foi o seu super ego alá Tony Stark, afinal toda ciratura tem um quê de seu criador, certo?



Vingadores começa com uma cena de ação grande, e continua assim pelo resto do filme. Lutas, viagens (dessa vez a história não foi centrada em Nova York mas sim espalhada pelo mundo inteiro) e conflitos internos se resolvendo, essas foram as marcas do filme. Apesar de o filme ter acabado com todos unidos novamente ele deixou bem claro as divergências de opinião entre o Stark e o Capitão América, o que pode ser entendido como um gancho para a Civil War.



Falando em ganchos... Lembram do artefato que citei quando estava falando sobre o Visão? Agora chegou a vez dele. Aquela é a Jóia da Mente, uma das seis Jóias do Infinito capazes de controlar o Universo. Essa Jóia foi encontrada dentro do cetro de Loki, e é responsável por permitir um aumento da capacidade mental do portador (no caso o Visão). Das seis Jóias quatro já nos foram apresentadas nos filmes anteriores da Marvel. A Jóia do Espaço, que alimenta o Tesseract (Capitão América e Vingadores 1), Joia da Realidade, ou Éter (em forma de fluído rubro em Thor 2) e por fim a Joia do Poder (que ficava no interior do Orbe em Guardiões da Galáxia). As duas Jóias que faltam são a da Alma e do Tempo, que deverão aparecer nos próximos filmes da Marvel. Unidas essas Jóias tornam seu portador praticamente invencível. E como se unem essas Jóias? Na Manopla do Infinito (uma espécie de luva metálica), e adivinhem quem está a procura das Jóias e da Manopla? O nossa camarada roxo que quer exterminar o Universo e que vem aparecendo em vários filmes da Marvel desde 2012, bem esse nosso amigo é Thanos.



Enfim, Era de Ultron encerra a fase 2 da Marvel e deixa várias pontas para serem fechadas nos próximos filmes da fase 3. Espero que tenham gostado do post e não deixem de compartilhar suas opiniões conosco!


11 Comentários

  1. Achei sua resenha incrível, foi direto ao ponto e detalhou bem o que acontece no filme. Depois de assistir os Vingadores 2 e de ler sobre a Guerra Civil, fiquei com muita vontade de ir atrás dos quadrinhos e de conhecer a fundo o universo Marvel (principalmente para que eu possa entender algumas coisas, como a cena em que o Thanos aparece). Parabéns pela resenha ;)

    http://thaisnacidade.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Thaís! O universo Marvel é uma maravilha só, recomendo muito você se aprofundar nele haha mas já vou avisando que depois não tem volta, você acaba se prendendo nele, mas mesmo assim vale muito a pena o conhecer ;). E obrigada por ler a resenha!
      Beijos, Helo.

      Excluir
  2. assisti e ameiiiiiiiiiiiiii, gente o que foi aquele filme? ♥
    ótima resenha, parabéns!

    www.hellenmeira.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi bom de mais né Hellen? Estou muito ansiosa para assistir os próximos filmes da fase 3 e ver o resto da história se desenvolvendo! Ah, e obrigada por compartilhar conosco o que achou do filme ;)
      Beijos, Helo.

      Excluir
  3. Já vi e gostei mt, no dia seguinte jah tava falando que queria ver de novo, eles são mt bons! Achei seu blog pelo grupo do Face, te convido a conhecer o meu. E se gostar e seguir me dando uma forcinha, ctz retribuo o carinho!
    www.makeolatras.blogspot.com.br
    Bjsss =]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bia! Eu também sai da sala de cinema querendo entrar na próxima sessão para rever haha obrigada por compartilhar sua opinião conosco! Vou checar o seu blog também :)
      Beijos, Helo.

      Excluir
  4. Queroo assisti :(
    Obrigado por mostrar sua opinião para nós.
    Xeruh!!!!

    blogkleidenaira.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Estou loucaaa para assistir <3 Amei o post
    http://blogevelynbard.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Evelyn! Aproveite esse final de semana para assistir, está muito bom, te garanto haha :)
      Beijos, Helo.

      Excluir
  6. Embora Superheroes estão destacando neste filme, o personagem da atriz Scarlett Johansoon é um dos meus favoritos.No duvido que a distribuição do filme e efeitos especiais, são um modelos que favorecem os pontos de produção.

    ResponderExcluir