Os quase completos, de Felippe Barbosa

Os quase completos é o livro de estréia do autor Felippe Barbosa, lançado pela Editora Arqueiro. Apesar de estar estreando como autor, Felippe já é bem conhecido por ser parte de um canal no YouTube chamado Toda Voadoa. Até então não o conhecia, mas ao saber deste lançamento literário não pude resistir, foi amor à primeira vista.



Ficha Técnica
ISBN-10: 8580418135 | Ano: 2018 | Páginas: 384 | Idioma: Português | Editora: Arqueiro | Gênero: Ficção, literatura brasileira
Livro cedido em parceria com a editora.

O livro conta a história de três personagens que estão ligados por uma coisa: o quase. Nenhum dele é completo em si, mas é isto que tornam parecidos estes seres extremamente distintos que sequer se conhecem. Só que coisas estranhas acontecem, em um momento eles se encontram e uma série de acontecimentos mágicos preenchem a narrativa.

O "quase doutor" é um cardiologista bem sucedido, possui seu próprio negócio, tem uma noiva e é o orgulho da família. É claro que é de se pensar que ele tem exatamente tudo o que uma pessoa precisa para ser feliz, não é? Mas não. Ele é quase completo, porque há coisas que ele deseja e que ficaram em seu passado, como o sonho de ser pintor.

O "quase repórter", Victor, como já diz é um repórter, não muito feliz, pois seu verdadeiro sonho é escrever reportagens em que possa realmente fazer críticas e demonstrar sua opinião, mas não é o que seu chefe deseja, então suas reportagens sempre ficam num nível superficial para ele. Entretanto, este não é foco, o quase repórter recentemente perdeu sua esposa e negasse a acreditar no que a polícia determinou ser a causa de sua morte: suicídio. Assim, ele passa a investigar sozinho a causa do suicídio, tentando assim se convencer de que foi realmente isso que aconteceu.

— Não deixe que a pior versão de você mesmo o faça voltar a ser o ignorante que era no dia em que chegou aqui. (P. 296)
.
A "quase viúva", Verônica, assim como os outros dois personagens está enfrentando uma fase ruim em sua vida, seu noivo sofreu um acidente e desde então está no hospital em coma, tudo isso próximo a data de se casarem.

Em termos técnicos, o livro é basicamente escrito através de diálogos, e confesso que isso não me agradou muito, pois gosto de mergulhar nos pensamentos dos personagens, sinto que dessa forma posso os conhecer melhor, entretanto, creio que tenha sido uma jogada do autor para tornar o livro mais dinâmico. Apesar disso, não é um aspecto que torne a leitura massante, ela flui com facilidade e o tempo inteiro estive ansiosa para descobrir mais sobre a trama. Um outro aspecto, é o fato de o autor ficar alternando a narrativa em tempos verbais diferentes, de início pode ser um pouco desagradável, mas não é nada que torne a leitura irritante e creio que a torne até mais interessante.

Este é um livro que traz consigo mensagens sobre a importância do autoconhecimento e das escolhas de vida que fazemos e os caminhos nos quais elas acabam por nos levar. Sem dúvidas, o recomendo para quem deseja mergulhar numa leitura repleta de aprendizado e emoção.

— Talvez você não estivesse feliz, mas estivesse no caminho para a felicidade, ainda que não soubesse. (P. 295)

21 comentários

  1. Não conhecia o livro nem o autor, mas amei a capa e fiquei curiosa pra entender melhor como os personagens estão conectados, parece bem interessante.
    Espero poder ler em breve!
    Sua foto ficou um arraso! <3

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  2. Resenhei esse livro final de semana, achei a história ótima e assim como você a narrativa dele também não me agradou muito a forma de diálogos me cansou bastante.
    Mas o contexto geral da obra a busca pela felicidade é válida.

    ResponderExcluir
  3. Estava muito curiosa com essa leitura, mas não curti saber que é em forma de diálogos.. Livros assim precisam ser muito dinâmicos, do contrário tornam-se tediosos!

    Porém ainda assim o enredo me atraiu .. Vou ficar com uma dúvida se dou ou não uma chance para ele.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  4. Olá! Esse lançamento foi bem divulgado e volta e meia vi algo sobre o livro. Achei a maneira que o autor criou a história, com pessoas quase completas, muito interessante, afinal, não somos todos quase o que queríamos, ou sonhávamos? As histórias particulares de cada um dos personagens, seus medos e suas vontades e se e como eles vão conseguir completar os quases me deixou interessada.

    Bjoxx – http://www.stalker-literaria.com/

    ResponderExcluir
  5. Oie!
    Adorei a resenha!
    A capa é linda, e fiquei curiosa para saber como.essas pessoas tão distintas irão se encontrar! ❤

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    A capa de cara me conquistou. O quase Doutro, a quase viúva e o quase repórter, tudo isso já me deixou super afim de ler este livro. Quem nunca teve um quase na vida né! A única coisa que fez ficar com receio foi a questão do livro ser escrito através de diálogos, acho que a leitura se torna menos fluida e meio cansativa. Mas a curiosidade tá falando mais alto e vou anotar a dica aqui.
    Bjos

    www.momentosdeleitura.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Marilena!
    Eu não conhecia o livro, mas achei interessante a sinopse. Ele deve nos mostrar que mesmo aquelas pessoas que parecem ter vidas perfeitas e super felizes, também têm seus problemas. Algo importante para pensarmos.
    Além da capa ser bem bonita.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Adoro amor á primeira vista, ainda mais quando é de um enredo mágico. Adorei a ideia dos quases e confesso que livros com bastante diálogo flui mais rápido para mim, então é dica anotada.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Hey, tudo bem?
    Eu ainda não li esse livro, mas estou com ele na lista de futuras leituras, pois eu gosto muito da premissa dele. Esse problema que você ressaltou com relação aos diálogos não seria um problema pra mim, pois eu amo livros que tem mais diálogos, apesar de adoras entrar na mente dos personagens.
    Vou anotar a dica e espero comprar logo meu exemplar!
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Antigamente (poucos anos atrás, na verdade) nenhuma editora grande queria apostar em autores nacionais. Agora todas querem.kkkkkkk... Eu acho uma grande vitória para a literatura brasileira. Me deixa muito feliz.

    Sua resenha me instigou, achei interessante a maneira como o autor mostra os personagens. E me pergunto quantos de nós também somos "quase" algo porque deixamos uma parte nossa para trás, porque não tivemos coragem. Também me sinto "quase".

    Livro escrito praticamente só de diálogos é um desafio para mim. Já encarei algo assim e realmente exige muito do meu cérebro.rsrs Também prefiro conhecer os personagens por seus pensamentos. Mas eu arriscaria a leitura. :D

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Sinceramente o enredo não me chamou a atenção e confesso que esses "pequenos erros" me tirariam ainda mais a vontade de concluir a leitura. Fico pensando como uma editora do porte da Arqueira deixou que tempos verbais passassem despercebidos. Enfim, sua resenha é ótima!
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Pena que a narrativa se mostre um pouco lenta, apesar de trazer elementos que deixam a leitura mais atrativa, não sei se realizaria por essa questão.
    Mas em todo caso gostei dos quotes selecionados e essa capa também acho muito lindinha.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  13. Que livro lindo! A arte da capa simplesmente me encantou. Adorei ter a oportunidade de conhecer um pouquinho desse livro aqui no blog.
    Beijos. Versos da Alma

    ResponderExcluir
  14. Nossa que livro diferente e ao mesmo tempo que lição!
    Não conhecia essa história, mas a sua resenha me chamou a atenção porque as vezes eu mesma me sinto como uma "quase" e isso é ruim demais... :/
    O unico problema para mim seria a narrativa um pouco lenta, mas acho consigo encarar essa obra.

    beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bom?

    Eu achei essa capa tão fofa que pensei que o livro também fosse assim, mas pelo jeito é daqueles emocionantes que podem nos ensinar lições. Infelizmente, eu também não gostei de uma obra que tenha muitos diálogos, pois gosto de ver os pensamentos dos personagens e saber suas emoções, etc. Então prefiro quando há uma mistura. Mas a premissa é tão interessante que eu coloquei na minha lista de desejados, mas lerei sabendo sobre o que você citou e não criarei expectativas tão altas assim para não me decepcionar.

    Enfim, adorei a postagem e agradeço a indicação :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
  16. Olá Mari!!!
    Eu também não conhecia o autor até o exato momento rsrsrsrs
    Apesar de ser composta por diálogos não sei como lidaria de ter mais presente isso na leitura, pois me lembra muito peças teatrais u.u
    Porém, achei bacana que dar para se tirar inúmeras histórias do mesmo.
    Achei a capa muito bonita ^^

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Bom dia!

    Eu tbm estou no time de quem não conhece o autor! Já vi algumas resenhas falando muito bem sobre esse livro. No inicio não fiquei tão curiosa, mas sua resenha me instigou. Ainda mais que eu pensava que o enredo fosse completamente diferente!
    Gostei das histórias se interligarem e serem personagens diferentes! Sobre a narrativa, acho que a gente vai se acostumando se o livro for realmente bom!

    Vou querer ler, sim! Obg pela dica!
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Olá! Tudo bom?

    Primeiramente QUE FOTO LINDA! Amei a composição dela <3 Enfim, já tinha ouvido falar desse livro e sempre atiçou a minha curiosidade, a sua resenha só me fez confirmar o fato de que devo lê-lo o mais rápido possível. Porém confesso que o fato dele ser mais e diálogos não é muito o meu gosto habitual, também gosto de mergulhar nos pensamentos dos personagens, mas enfim, adorei a resenha ♥

    Um beijo

    ResponderExcluir
  19. Oiee ^^
    Eu também gosto de saber o que os personagens estão fazendo e sentindo (e pensando) então acho que também ficaria um pouco incomodada em ler um livro feito só de diálogos.
    Acho a capa dele tão linda! Estou curiosa para lê-lo desde que a editora o lançou, mas até agora nada...haha' ando presa em algumas leituras não-muito-boas e acabei deixando-o de lado. Espero não me incomodar com a escrita do autor e gostar da história...haha'
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Não conhecia o livro, mas fiquei bastante curioso pela premissa, uma pena que ele é muito formado por diálogos, porque assim como você prefiro mil vezes me aprofundar nos sentimentos e pensamentos dos personagens
    Mesmo assim, anotei a dica.

    ResponderExcluir
  21. Não conheci a obra e nem o autor, mas sua resenha aguçou a minha curiosidade para ler o livro o quanto antes!
    Adorei a sua resenha e vou dar uma chance ao livro.

    ResponderExcluir