Simon vs. a Agenda Homo Sapiens, de Becky Albertalli

Se você gosta do gênero jovem adulto, talvez já tenha ouvido falar sobre Becky Albertalli. Mas talvez, assim como eu, mesmo se interessando por seus livros, você esteja postergando para lê-los… então eu gostaria de dizer para você parar de fazer isso e lê-los agora! A autora possui dois livros publicados no Brasil pela Editora Intrínseca, Os 27 Crushes de Molly (a colaboradora Amanda fez uma lista de 5 motivos para ler este livro e você pode conferir aqui) e Simon vs. A Agenda Homo Sapiens, que é o livro de que vou falar hoje.



Ficha Técnica
ISBN: 9788580578928 | Ano: 2016 | Páginas: 272 | Idioma: português | Editora: Intrínseca | Gênero: Jovem Adulto

Apesar de ter sido lançado no país em 2016, é um ótimo momento para voltar a falar sobre este livro. Afinal, no dia 22 de março, sua adaptação cinematográfica intitulada Com Amor, Simon (Love, Simon) estará chegando aos nossos cinemas e, caso você ainda não conheça a história, dá tempo de ler o livro antes de pegar sua pipoca e comprar seu ingresso.

Este é um daqueles livros que, ao iniciar sua leitura você não vai conseguir largá-lo até terminar, e vai terminar rápido! Afinal, sua narrativa é muito fluída, leve e divertida, e aborda um tema delicado de uma maneira diferente. Simon é gay, mas ao contrário do que você pode imaginar, a história não gira em torno de ele buscando sua aceitação ou tentando se compreender. Pelo contrário, Simon é gay, já passou por toda essa aceitação interior e é muito seguro consigo mesmo sobre este assunto. Só que ele ainda não disse isso para sua família e amigos, pois não se sentia preparado para tal. E tudo bem, né?

Como comentário extra, você não acha que todo mundo devia ter que sair do armário? Por que o comum é ser hétero? Todo mundo devia ter que declarar o que é; devia ser uma coisa bem constrangedora, não importa se você é hétero, gay, bi ou sei lá o quê. Só uma ideia.

Porém, tudo muda quando um de seus “amigos”, sem querer, descobre seu segredo e usa isso para chantageá-lo, a fim de fazer Simon ajudá-lo a sair com uma garota. Um grande amigo esse, não é mesmo? Mas você deve estar se perguntando, como esse garoto “sem querer” descobriu que Simon era gay?

Na história existe uma página de segredos no Tumblr da escola de Simon, e lá, algum garoto misterioso enviou uma confissão dizendo que era gay e a partir disso ele e Simon começam a trocar e-mails, mas sem saber suas identidades. Certo dia Simon abriu seu e-mail na biblioteca da escola e o esqueceu aberto e então tudo acontece.

Branco não devia ser o padrão, assim como hétero não devia ser o padrão. Não devia existir nenhum padrão.

Este livro é incrível por diversos motivos, mas o principal são seus personagens. Mais uma vez Becky Albertalli consegue trazer diversidade para a história de maneira muito natural, com personagens muito diferentes e que com certeza vão fazer você lembrar de pessoas do seu dia a dia. E isso faz com que pessoas também muito diferentes sintam-se abraçadas e inseridas na história, o que é um quentinho no coração muito gostoso. E sim, é claro que descobrimos quem era o amigo misterioso com quem Simon conversava, e eu particularmente fiquei surpresa! Somente momentos antes de ele se revelar que eu levantei a possibilidade e mesmo assim fiquei em dúvida sobre… e foi maravilhoso! Sabe aquela felicidade que você sente quando é adolescente e recebe a mensagem de alguém que gosta? Foi exatamente essa a sensação e foi muito gostoso e divertido!

Ele falou sobre o oceano entre as pessoas. E que o objetivo de tudo é encontrar uma margem até a qual valha a pena nadar.

Então, se você ainda estava em dúvida sobre ler ou não este livro, espero ter conseguido te convencer a lê-lo! Pois vale a pena, é um livro que, quando acaba a história, você fica com uma sensação boa de leveza e esperança no coração.

8 comentários

  1. Olá, Carolina!

    Nunca li nada da autora. Nem tinha ouvido falar dessa história, mas achei muito interessante. Nesses últimos dias li muitas resenhas sobre livros que abordam a homossexualidade. E como comentei com outras blogueiras, parando para pensar eu nunca li um livro do gênero. Eu lembraria se tivesse lido. O máximo que li foi sobre o amor que o John Grey sente pelo Jamie na série Outlander, mas o livro não gira em torno deles e sim em torno do amor entre o Jamie e a Claire. Mas eu amo o John e admiro muito o seu amor pelo Jamie. É muito semelhante ao que a própria Claire sente.

    Quero investir em livros com essa temática. Será uma novidade e é bem provável que eu ame!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Quero tanto ler algo da autora, sou apaixonada pela premissa dos livros dela e queria muito conferir o filme também. Gosto dessa inovação e diversidade que ela trouxe para o livro e fico curiosa para saber quem é o amigo secreto de Simon, preciso ler.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu amei tanto esse livro! Realmente é uma leitura muito rápida porque a história é MUITO amorzinho, impossível nao se apaixonar. Quando descobri quem era o Blue eu vibrei ainda mas, o encontro dos dois foi sensacional. Tô doida pra ver a adaptação.

    ResponderExcluir
  4. olá!

    Não tinha cogitado ler esse livro até esse momento, conheço os livros da autora de nome, mas deixei ir sem me importar muito. Na verdade nem o filme me deu aquela vontade louca de ler, mesmo eu querendo assistir em algum momento, mas depois da sua resenha quase me sinto na obrigação de realizar a leitura, não tem como fingir ou maquiar um sentimento de contentamento como o que você expressou. Acredite, você colocou o livro no meu radar e na minha lista, espero gostar tanto quanto você.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá Carolina,
    Eu tive o prazer de ler esse livro assim que ele foi lançado e fiquei perdidamente apaixonada por essa história e por esses personagens. Fiquei muito contente por você ter curtido tanto assim essa leitura e por ele ter te dado essa sensação de coração quente, pois foi exatamente o que senti.
    Amei sua resenha e estou muito ansiosa para assistir ao filme.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi Miga!

    Desde que esse livro foi lançado, eu queria muito ler, mas sempre acabo protelando. Eu confesso que acho muito importante essa representatividade. Além disso, me parece ser um livro tão fofinho, tão cheio de amor! Não vejo a hora de ler e de assistir ao filme! <3

    ResponderExcluir
  7. Oi, Carol

    Eu não curto muito YA, por isso nunca me interessei pelo livro. Entretanto, acho bacana que o livro já se inicia com Simon sabendo quem é... acompanhar essa caminhada de "quando é o momento certo para contar" é muito mais interessante!
    E com certeza essa pessoa que começa a chantagem tem um crush nele! Hahahah

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi querida!
    Eu já li esse livro da autora, e super concordo com você sobre a escrita e assuntos abordados... esse livro veio para quebrar os tabus que ainda restavam na literatura juvenil. Eu ainda não assisti o filme, mas soube que não é tão fiel ao livro (o que é uma pena). Eu super recomendo você ler outros livros da Becky porque ela sempre aborda temas legais nas suas histórias ♥

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir