Meu Amigo Dahmer, de Derf Backderf

Basta uma rápida pesquisa no Google para saber sobre Jeffrey Dahmer e seus crimes. Livros, documentários e até filmes também não são difíceis de encontrar. Porém, o relato de alguém que conviveu com Dahmer antes de ele se tornar o que foi só é possível de encontrar em “Meu Amigo Dahmer”, HQ lançada no ano passado pelo novo selo especializado da DarkSide Books.


Ficha Técnica
ISBN: 9788594540355| Ano: 2017 | Páginas: 288 | Idioma: português | Editora: DarkSide Books | Gênero: Biografia e HQ


Quem me conhece um pouco sabe bem que me interesso muito pelo estudo da criminologia e psicologia criminal, e por isso gosto de consumir materiais, principalmente livros, sobre serial killers. Portanto, pode-se dizer que eu já conheço um pouco sobre o assunto e já conhecia a história de Dahmer. Porém, jamais poderia imaginar que ele, além de assassino de 17 garotos e homens, era também mais um adolescente problemático, com uma péssima estrutura familiar, que, assim como todos os adolescentes, possuía inseguranças e medos. Pode-se dizer que Dahmer era igualzinho a eu e você em alguns aspectos.

Para você, Dahmer era um monstro depravado; para mim, era um garoto que sentava do meu lado na aula e com quem eu matava tempo na sala de música do colégio.

Esta HQ foi escrita e desenhada por Derf Backderf, que frequentou a mesma turma de ensino médio que Jeffrey. Dahmer foi morto em 1994 por outro presidiário enquanto cumpria sua pena de 957 anos em Wisconsin, mas apenas 20 anos depois “Meu Amigo Dahmer” foi lançado. Durante todo esse tempo, Backderf fez pesquisas e entrevistas, além de revisar suas próprias memórias, para criar um roteiro que transmitisse o cara estranho que Dahmer sempre foi — mas na adolescência, quem não era? Além da HQ por si só ser muito interessante, esta edição DarkSide traz alguns extras, como notas explicativas sobre detalhes da história, um parecer sobre Dahmer e sua família e cenas extras e deletadas da história, com uma explicação do autor e seus rascunhos originais e fotos da turma de Dahmer e Backderf.

Ele podia ter se entregado depois do primeiro homicídio. Podia ter botado uma arma na cabeça. Em vez disso, Dahmer, e só ele, decidiu tornar-se assassino em série e levar infelicidade a incontáveis pessoas.

E se você quiser saber mais sobre Jeffrey Dahmer, recomendo também a leitura de “Louco ou Cruel”, da Ilana Casoy, também lançado pela DarkSide Books no selo Crime Scene, que tem um capítulo todo dedicado a ele.

Tenha pena, mas não empatia.

10 comentários

  1. Olá Carolina.
    Confesso que não conhecia nada sobre Jeffrey Dahmer. Não tenho o hábito de ler HQ's e tenho dificuldades de ler Biografias. Porém, ultimamente venho mudando aos poucos meu pensamento a respeito disso. Ando lendo umas resenhas bem bacanas e convidativas sobre esse gênero. Acho que vou gostar bastante dessa obra, pois também sou fã dos estudos que envolvem criminologia e histórias com serial killers. Obrigada pela dica!
    Bjos

    wwww.momentosdeleitura.com

    ResponderExcluir
  2. Sabe que conheci a história deste louco no livro Sonhos Partidos em que eles falam sobre garotos desaparecidos e em como um conseguiu fugir e denunciar o cara. Ele é bem fora porque praticava o canibalismo. Então imagino como devia ser.

    ResponderExcluir
  3. Olá, eu também sou a doida que pesquisa tudo sobre psicopatas haha os livros da Ilana são realmente ótimas referências, to namorando essa HQ tem um tempão, o traço dela é lindro e a história de Dahmer realmente me aguça a curiosidade.

    ResponderExcluir
  4. Eu também não conhecia o Dahmer, mas histórias assim sempre são terrivelmente surpreendentes e de alguma forma exerce um fascínio que nos deixa curiosos em saber mais sobre sua personalidade. Muito interessante tudo ser feito em forma de HQ, que adoro também. Fiquei muito curioso. Dica anotada.

    *☆* Atraentemente *☆*

    ResponderExcluir
  5. Oi Carol! Eu também amo seriais killers! Não pelo que eles fizeram, não! Mas pela complexidade de suas mentes, em como funcionava seus sentimentos. Sou fã alucinada de suspense e thriller psicológico, então já dá pra sentir a conexão. Sempre li muito sobre o Dahmer, vi vários videos e entrevistas, e quando a Darkside lançou essa HQ, quase morri.
    É difícil imaginar que ele foi um adolescente sozinho e estranho, com uma família desestruturada e cheio de dificuldades. Eu suspeito que no início, antes de matar a primeira vítima, ele quase procurou algum tipo de ajuda.
    Quero muito ler essa versão de um colega de classe, alguém que viu o garoto antes do monstro. Amei a resenha!

    Bjoxx - http://www.stalker-literaria.com/

    ResponderExcluir
  6. olá Carolina,
    Eu não tenho muita vontade de ler essa HQ, mas eu tenho vontade de conhecer um pouco mais sobre o Dahmer, que parece ser alguém com uma mente interessante. Acho que devo ler o Louco ou Cruel, que você indicou.
    Adorei sua resenha, mas você não conseguiu derrubar o meu preconceito rs.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi Carol!

    Tudo bem? Eu conheci o Dahmer por causa de uma piada de HIMYM, assistia com um amigo e então nós fomos pesquisar mais sobre ele pra entender a piada e, caramba, é bem macabra mesmo!

    Confesso que tenho três livros na minha estante sobre serial killers, mas mais porque eu faço Direito mesmo, não tenho nenhum interesse particular sobre eles, por isso vou passar a dica. Esse tipo de história não me faz nada bem sabe?

    Beijinhos
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  8. Oie!

    Como você quando posso devoro tudo que eu posso sobre criminologia, essa obra está na minha lista de desejados e espero muito ter a oportunidade de ler a HQ, pois tenho certeza que irei gostar da experiencia!

    Bjss

    ResponderExcluir
  9. Olá Carolina!!!
    Eu acho interessante alguns livros que trazem esses temas a tona, mas mesmo são poucos o que leio.
    É complicado entender a mente de uma pessoa assim, pois ainda fico pensando se a pessoa nasce assim ou vai se tornando.
    As edições da DarkSide são maravilhosas e tenho certeza que esta também é u.u
    Adorei que é uma HQ, pois acaba sendo algo interessante de se conhecer ^^

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Sou bastante viciada em séries criminosas, de investigação e mistério, principalmente na TV - nunca acompanhei em livros. Mas a Darkside faz meus olhinhos brilhar com a diagramação sempre impecável e as capas incríveis! Adorei a sua resenha, já coloquei esse na lista! Beijos

    ResponderExcluir