Carbono Alterado, de Richard Morgan


Carbono Alterado é um livro do gênero ficção cientifica, cyber punk,  escrito por Richard Morgan e publicado no Brasil no ano de 2017 pelo selo da Bertrand Brasil. Eu recebi esse livro como parceria com a editora e o li para assistir a série de tv, produzida pela Netflix, que foi ao ar no dia 2 de fevereiro.

Um eletrizante thriller noir de ficção científica em adaptação para série do Netflix No século XXV, a consciência de uma pessoa pode ser armazenada em um cartucho na base do cérebro e baixada para um novo corpo quando o atual para de funcionar. A morte, agora, nada mais é que um contratempo inconveniente, uma falha no programa. Takeshi Kovacs, um ex-militar de elite, após sua última morte, tem sua consciência transportada a Bay City, a antiga São Francisco, e é trazido de volta à vida para solucionar o assassinato de um magnata. Isso só para descobrir que seu contratante é a própria vítima, que voltou à vida em um novo corpo, mas sem as memórias do crime. Mal sabe Kovacs, porém, que essa investigação irá lançá-lo no centro de uma conspiração perversa até para os padrões de uma sociedade que trata a existência humana como um produto a ser comercializado.

Ficha Técnica:
Ano: 2017 | Páginas: 490 | Idioma: português | Editora: Bertrand Brasil | Gênero: Ficção Cientifica
Este livro foi enviado pela Editora como cortesia

Fazia muito tempo que eu não lia Ficção Cientifica, nem mesmo cyber punk, então a leitura desse livro foi um pouco conflituosa no começo, devido a minha falta de tato ao retornar a esse mundo distópico e futurístico onde as pessoas podem trocar suas capas (corpos) e manter a consciência, dando a elas a eternidade. No entanto, não sei se foi a ânsia em saber da história ou a escrita do autor, eu devorei o livro em poucos dias e tive uma experiência bem gostosa com a leitura.

Ler ficção cientifica nunca é fácil. A necessidade de prestar a atenção e se desprender do mundo em que conhecemos exige bastante da nossa mente. Mas quando entramos na história, tudo é muito interessante e inteligente. Carbono Alterado traz uma premissa investigativa, mas é muito mais que isso, é sobre relações de poder, sobre a eternidade, sobre ricos e pobres, sobre corrupção e sobre solidão. Muita coisa acontece, mas o autor consegue deixar tudo muito bem construído, para ir desenvolvendo no tempo certo.

"Era preciso ser um tipo específico de pessoa para seguir sempre em frente, para querer seguir sempre em frente, uma vida após a outra, capa após capa. Você tinha que começar diferente, sem levar em conta o que poderia se tornar conforme os séculos fossem se acumulando".

A narrativa do autor não é tão fluída, mas a trama é viciante, então faz com que a leitura se desdobre de forma mais dinâmica e rápida. No entanto, houveram 50 páginas que eu cortaria tranquilamente do livro, pois realmente não acrescentaram nada e me deixaram um pouco frustrada, mesmo não comprometendo o restante da história.

Eu gostei muito do personagem principal, o Kovacs, e também dos secundários. A trama investigativa sobre quem matou Bancroft me deixou ansiosa para entender mais sobre aquele universo e curiosa para desvendar a verdade. Gostei bastante da policial Ortega, uma personagem secundária que aparece bastante ao lado de Kovacs, formando uma boa dupla.

Em suma, Carbono Alterado, traz alguns elementos novos de ficção cientifica, mas não se arrisca muito em outros campus. Percebe-se uma grande influencia de Blade Runner e de Philip K. Dick, mas nada muito gritante. A série da Netflix ilustrou muita coisa e isso foi muito legal, foi um complemento da obra, portanto, após a leitura, assista a série, está muito boa.





11 comentários

  1. Olá Ane!!!
    Eu não conhecia o livro e muito menos a série, acho que pelo fato de não ser um gênero que eu costume acompanhar e me interessar de verdade.
    Porém, essa parte de a pessoa "morrer" e depois voltar num corpo é bem intrigante u.U
    Parabéns pela resenha!!!

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oie! Eu tava namorando esse livro havia um bom tempo mas vi tantas resenhas negativas que desanimei, aparentemente a escrita do autor é cansativa e ele reforça alguns esteriótipos, mas é bom ver a sua resenha porque ela foi a mais otimista sobre a obra e isso me fez reconsiderar minha decisão de não ler.

    ResponderExcluir
  3. Mesmo não conhecendo eu amei o livro e a série eu amo ficção principalmente cientifica. Com toda certeza vou ler/assistir essa maravilha. Ótima resenha, parabéns.

    ResponderExcluir
  4. Estou louca pra ler o livro é ver a série, talvez veja a série primeiro e se me apaixonar leio o livro. Não sei pq mas prefiro assim kkk.
    A premissa está me deixando muito curiosa e todo o universo para ser fantástico de descobrir. Confesso que não sou a maior fã de ficção, mas quando gosto é pra valer.

    ResponderExcluir
  5. Oiee ^^
    Eu até que gosto de thrillers, mas ficção científica não é bem comigo...haha' vi algumas pessoas falando sobre a série da Netflix também, mas assim como acontece com o livro, eu não estou muito certa de que vou gostar. Não custa tentar, né? Vai que dá certo! Fico feliz em saber que gostou dos personagens, e que a escrita é viciante. Assim é bom, né?
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  6. Olá!!!
    Eu super concordo que não é fácil lê ficção científica, eu até leio o gênero, mas eu sempre encontro dificuldade na hora de entender os fatos científicos, mas quando a história é boa, acaba fluindo. Eu fiquei muito interessada nessa história, porque eu amo distopia futuristas, é uma viagem muito louca hahaha Dica anotada!!
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  7. Olá!!!
    Eu super concordo que não é fácil lê ficção científica, eu até leio o gênero, mas eu sempre encontro dificuldade na hora de entender os fatos científicos, mas quando a história é boa, acaba fluindo. Eu fiquei muito interessada nessa história, porque eu amo distopia futuristas, é uma viagem muito louca hahaha Dica anotada!!
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  8. Olá Anelise,
    Ainda não li esse livro, mas estou no 5º EP da série e estou perdidamente apaixonada pela trama e construção dos personagens. Achei muito interessante a diferença como a Ficção Científica foi trabalhada na série, apesar de estar um pouco confusa com o que está de fato acontecendo.
    Fiquei muito contente por você ter curtido tanto assim essa leitura e por tê-la devorado. Apesar de não gostar de alterar a ordem dos fatores, pretendo ler o livro assim que concluir a série rs.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  9. Olá Ane!!! Confesso que quase não leio ficção científica, porém com o lançamento da série pelo Netflix fiquei curiosa com o desfecho do livro e a sua resenha aguçou minha vontade de ler o livro!! Irei anotar a sua dica para a minha interminável lista de leitura!! Bjs!!!
    Depois venha conhecer o blog Garotas Devorando Livros

    ResponderExcluir
  10. ooi tudo bem
    confesso que esse nao é um dos meus generos favoritos mais a historia me pareceu boa irei indicar a alguem que goste ♥

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bom?
    Não sabia que se tratava de um thriller noir de ficção científica e confesso que fiquei muito curiosa com a premissa. Adorei essa realidade onde as pessoas não morrem e só trocam de corpo e fiquei bem curiosa para saber como o autor explorou isso! Enfim! Anotei a sugestão para conferir, mesmo que a escrita não seja fluida ^^
    Adorei sua resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir