Pule, Kim Joo So, de Gaby Brandalise



Pule, Kim Joo So foi um livro que eu tinha muitas expectativas para ler, pois a história é inspirada em kdramas. Para quem não sabe kdrama são as séries ou novelas coreanas, também chamadas de dorama, são viciantes e é bem diferentes das séries americanas.

Então, você inicia essa história conhecendo Marina, uma mulher que trabalha no aeroporto de Curitiba. Sabemos também que ela vive em uma luta para não ser espancada pelo seu ex-namorado, ele a visita todas as noites, chegando bêbado e somente para bater em Marina.

Pouco depois, no banheiro do aeroporto, Marina encontra um homem assustado e ferido. Os seguranças do aeroporto estão procurando por ele e Marina decide que vai ajudar este homem e assim, de uma forma empolgante, Marina foge do aeroporto e leva o rapaz para sua casa.

A história continua com muita dinâmica, pois o Kim Joo So não fala nada de português e nem Marina fala coreano, então, é muito legal as tentativas de comunicação entre os dois. Por que o So está fugindo, de onde ele veio, e como chegou lá, são as perguntas que Marina e o leitor se faz. Por algum motivo, Marina continua a permitir que o So fique em sua casa. Ainda para tentar comunicar-se melhor, ela começa a estudar coreano e saber mais sobre a cultura, até que em determinado momento, de repente, Marina está conversando em coreano com So, e todos sabemos o quão difícil é aprender uma língua, ainda mais coreano. Como será que isso aconteceu? Além disso, em mais uma fuga do ex-namorado espancador, Marina e So não estão mais em Curitiba e sim, em Seul na Coreia. Como e por que eles foram parar lá?

Com uma narrativa em terceira pessoa, a autora tem uma história com uma ótima premissa, mas que na minha opinião deixou a desejar. Os primeiros capítulos são incríveis, até que você chega em um determinado ponto da história, onde tudo torna-se surreal e você fica sem saber o que está acontecendo. Muitas coisas são inseridas na história e ao final nem tudo é explicado, além do que você tem que ter muita imaginação para acreditar no que aconteceu e como aconteceu, não posso explicar muito por ser spoiler. Tenho certeza que esse livro funcionaria muito bem visualmente em um dorama, principalmente pelo início da história. Não foi de todo uma história ruim, mas que se tivesse mais páginas poderia ter sido mais explicado.

Memso assim, recomendo pra quem gosta de ler fantasias, se você gosta de doramas também vale a pena ler. E espero que a autora continue a lançar livros, pois acho que ela tem muito potencial.

Nenhum comentário