Os nossos melhores do ano de 2017


Olá acompanhantes do blog Anne & Cia. Mais um ano estamos finalizando e que alegria não é mesmo? Me lembro no começo de tudo, lá em 2014..E caramba, já estamos em 2017! Esse ano o nível de leituras foi menor que o ano passado, pelo menos para mim, Anne. No entanto, eu li bastante coisa muito legal e incrível e gostaria de compartilhar com vocês! MAS, não estou sozinha nessa. Nesse post, as colaborados desse cantinho lindo, também vão contar quais foram os livros favoritos delas no ano. 

Os livros favoritos da Anne

  • Outlander: a viajante do tempo: talvez esse tenha sido o livro que me fez ficar mais dolorosamente viciada na leitura. Eu já havia visto a série de TV, então ler esse livro foi como reencontrar meus personagens favoritos, mas eu não esperava que seria tão bom! Eu sempre fui uma fã de viagens no tempo e fantasia, então esse livro me traz justamente essas duas coisas que eu amo. Além disso, a autora escreve muito bem, me deixou completamente extasiada!
  • Unfiltered: no shame, no regrets, just me: eu nunca imaginei que a biografia da Lily Collins fosse ser uma das minhas melhores leituras, mas foi. Foi muito importante para mim, porque ela conversou comigo e eu entendi tudo o que ela quis dizer, me deixando com o sentimento de pertença, de que não estou sozinha no mundo.
  • Corte de asas e ruínas: eu nem sei o que dizer com esse livro, porque ele foi o meu favorito do ano em tantos sentidos. Ver meus personagens favoritos encerrando um ciclo, foi a coisa mais linda do meu ano. 
  • O Muro: doeu ler, doeu ver as ilustrações, mas foi o melhor quadrinho sobre depressão e solidão que eu li na vida. Me faltam palavras, apenas isso.
  • Pequenas Grandes Mentiras: um livro incrivelmente bem escrito e envolvente, com um mistério maravilhoso e personagens incríveis. Além do livro ter tratado sobre várias questões pertinentes, ele ainda me deixou extasiada com o ritmo da narrativa.
  • The Hate u Give: eu ainda não consegui dizer o que eu senti lendo esse livro, porque ele foi tão importante pra mim, para eu entender muita coisa sobre mim e meus privilégios, além de entender mais sobre a comunidade negra. 
Os livros favoritos da Mari

  • Too Late, da Colleen Hoover:  Eu sei que vocês não me aguentam mais vindo aqui falar da CoHo, porém essa mulher é incrível e sempre me surpreende. Este livro é diferente de todos os outros da autora, talvez até um pouco ''dark''. O que mais me cativou nele é a forma em que a autora aborda temas de extrema importância, como por exemplo, a violência doméstica de forma tocante e bastante real.
  • Mentirosos, da E. Lockhart: "Mentirosos" ficou parado na minha estante por meses e, meu deus, como me arrependo disso! Este livro traz uma trama completamente diferente do eu imaginava e de tudo que já li. De certa forma, me causou bastante impacto, abordando temas como: "Até que ponto o dinheiro pode lhe proporcionar felicidade?'', a importância de laços familiares e amizades verdadeiras.
  • It Ends With Us, da Colleen Hoover:  Se ''It Ends With Us'' não foi o melhor livro que já li, sem dúvidas, é um deles. Impactante, comovente e realista. É difícil descrever essa história e tudo a que envolve, mas uma coisa é certa: você deve o ler.
  • Apenas Uma Garota, da Meredith Russo: Este livro me tirou completamente da minha zona de conforto, desde que eu nunca tinha lido um livro com uma personagem transexual e, melhor ainda, escrito por uma autora transexual - o que dá maior propriedade à história. Confesso que foi uma das minhas melhores experiências como leitora!
  • Talvez Um Dia, da Colleen Hoover: foi um livro que despertou em mim amor e ódio ao mesmo tempo, mas ainda assim, o amor se sobressaiu. Apesar de a autora trazer para o livro um triângulo amoroso, que de certa forma, não me agrada, ela conseguiu me conquistar trazendo para sua história Ridge, um protagonista surdo e, pasmem: músico. Achei a proposta da autora diferente e bastante envolvente.
Os Livros Favoritos da Amanda


  • A linguagem do amor, de Lola Salgado: poderia ser apenas um clichê de romance entre aluna e professor, mas foi muito mias do que isso. Foi uma história incrível, romântica de verdade e com cenas reais. Além disso, é uma autora nacional e acho importante ressaltar.
  • Tartarugas até lá embaixo, de John Green: Esse dispensa comentários. John Green voltou com tudo nessa história e merece ser aplaudido por tratar a realidade de uma adolescente com uma doença de forma tão realista.
  • Agora e para sempre Lara Jean, de Jenny Han: O último livro da trilogia da Lara Jean, e ainda assim, eu tenho esperanças que a autora escreva mais sobre a Lara Jean. O romance que me deixou com gostinho de saudade e quero mais, foi muito bom acompanhar a história das irmãs Song, foi de deixar o coração quentinho.
  • Minha Lady Jane, de Cynthia Hand, Jodi Meadows e Brodi Ashton: O livro que mais me surpreendeu nesse ano. Jamais pensei que fosse entrar para os meus favoritos. Fantasia, romance, comédia e aventuras foi o que eu vivi com essa história.
  • Billy e Eu, de Giovanna Fletcher: Definitivamente, a família Fletcher ganhou o meu coração. Esse foi mais um romance maravilhoso, que começou bem despretensioso e foi tomando rumos inesperados, deixando a história cada vez melhor e mostrando que a força de uma mulher. Depois de terminar de ler essa história, eu já queria ler todos os livros da autora. Recomendo que leia também os livros do Tom Fletcher. E em 2018, a irmã de Tom, a Carrie Fletcher, entrará para a minha lista de leituras.
Os Livros Favoritos da Marjorie

  • Só Os Animais Salvam, de Ceridwen Dovey: Foi a primeira resenha que escrevi para o blog e um livro que se tornou muito especial para mim, entrou para lista dos meus favoritos. Os animais nos ensinam empatia, com isso eles nos ensinam a sermos seres humanos melhores.
  • O Chamado do Monstro, de Patrick Ness: Um livro tão forte e delicado, li em uma fase de luto e creio que ele é perfeito para tal estado, dando o que realmente precisamos: nada mais que aceitação. Aceitar a morte do outro e aceitar todos os sentimentos ruins que isso envolve. Apesar do tema, é um livro lindo.
  • Edgar Allan Poe - Medo Clássico: Alguns dos melhores contos do Poe em um livro com uma arte belíssima. Reli alguns contos e ainda senti a magia da escrita desse autor que sou muito fã. Livro de cabeceira, para ler e reler sempre.
  • Brutal, de Luke Delaney: Fazia tempo que não lia suspense policial. Esse é o primeiro livro da saga e estou para começar o segundo. É aquele tipo de livro que você devora pois quer saber logo o final, e no final tem um plot twist gigante!
  • Eleanor Oliphant Está Muito Bem, de Gail Honeyman: Minha última resenha deste ano aqui no blog. Um livro que me impressionou muito. Eu desprezei odiei e amei a senhorita Oliphant (como ela gosta de ser chamada, sem intimidades por favor). Leva a reflexões sem frases de efeito, ensina o quanto é importante aprender a nos aproximarmos de algumas pessoas e de outras afastar. Nos instiga a olhar para dentro, a valorizar nossa saúde mental. 
Os Livros Favoritos da Karen

  • Corte de Névoa e Fúria: Não tenho palavras para descrever o que foi ler este segundo volume da série. A evolução da história, de Feyre e Rhys me envolveram em uma caixa de amor e só percebi o quanto o livro mexeu comigo quando as lágrimas estavam no meu rosto enquanto lia.
  • Mistborn - O Império Final: Este livro foi uma indicação maravilhosa, foi muito bom sair da minha zona de conforto e ler um calhamaço como esse. Uma fantasia totalmente diferente e com elementos fantásticos. Que escrita! Que história!
  • Six Of Crows: Começo dizendo que apesar da história se passar no mesmo mundo da outra série da autora, Trilogia Grisha, esse livro foi imensamente superior em todos os aspectos. A evolução da escrita e forma como conduzir o enredo é nítida! 
  • Uma Dama Imperfeita: Apesar da lista de melhores do ano conter mais fantasias, um Romance de Época não poderia faltar. A autora nacional Lucy Vargas sabe como emocionar com suas histórias e personagens cativantes.
  • Misery: Eu morria de vontade de ler algo do Stephen King e decidi que Misery  série minha primeira experiência com o autor. Uma experiência que não poderia ter sido melhor. King consegue envolver com sua forma de escrita e criou uma história que me deixou ansiosa do início ao fim.
Os Livros Favoritos da Carol:

  • O Conto da Aia, de Margaret Atwood: Esse ano foi o ano de Margaret Atwood para mim, e ter tido a oportunidade de conhecer sua escrita através deste livro foi incrível, além da belíssima adaptação da obra feita pela Hulu. “O Conto da Aia” já tem resenha aqui no blog, assim como “Vulgo Grace”, também da autora, e com certeza pretendo ler mais obras de Atwood daqui pra frente que tem tudo para se tornar uma das minhas autoras favoritas da vida.
  • O Vilarejo, de Raphael Montes: Outra grata surpresa foi conhecer a escrita de Raphael Montes e ter a felicidade e orgulho de um autor nacional que escreve suspense policial e terror e escreve muito bem! Além de tudo, conheci o autor na Feira do Livro de Joinville deste ano e ele foi incrivelmente querido comigo, o que me fez admirá-lo ainda mais. “O Vilarejo” é um livro de contos curtinhos, que se intercalam entre si de forma muito inteligente e surpreende. Também com resenha aqui no blog.
  • Aristóteles e Dante Descobrem os Segredos do Universo, de Benjamin Alire Sáenz: Esta foi uma leitura que fiz bem no início de 2017 e é o tipo de livro que te faz sofrer, mas no fim dá um quentinho no coração e te faz ter mais esperança no amor, além de fazer refletir sobre aspectos da sua vida pessoal. E adivinhe só? Esta foi a primeira resenha  que fiz aqui no blog.
  • Jogador Nº 1, de Ernest Cline: Não podia faltar um pouco de fantasia na minha lista, e o livro “Jogador Nº 1” vem pra representar isso muito bem. Não esperava que fosse me envolver e gostar tanto da história e dos personagens desta obra, mas me vi surpreendida positivamente e tendo uma experiência de leitura muito boa. Ano que vem está saindo a adaptação do livro para o cinema através das mãos de Steven Spielberg, que acredito que será fantástica. Além de tudo, recentemente o autor revelou estar pensando em uma continuação para a história. Não sei se isso vai ser bom ou não, mas, enquanto isso, você também pode conferir a resenha do livro aqui no blog.
  • O Sol Também é uma Estrela, de Nicola Yoon: O único livro da minha lista que não possui resenha no blog, mas foi uma leitura muito gostosa que fiz durante esse ano e me cativou bastante. Outra obra que dá a sensação de quentinho no coração e que fala sobre como todos os dias de nossa vida são decisivos e que muitas vezes passamos por coisas que não entendemos no momento, mas, uma hora ou outra, tudo toma seu lugar de direito no universo.

Os Livros Favoritos da Ana

  • Outlander: Outlander tinha de estar na minha lista de favorito e acredito que esteja na lista da maioria das pessoas que embarca na jornada de ler esse calhamaço. A minha relação com o livro foi de amor e ódio. Mas, mesmo nos momentos de ódio, eu não conseguia e nem queria parar de ler. A curiosidade faz com que você não consiga deixar o livro de lado e você passa a querer saber exatamente quais serão os próximos passos da Claire e o que a sorte vai trazer – ou deixar de trazer - pra vida dela também.  Termino o ano morrendo de vontade de ler a continuação e tenho certeza que a leitura vai ser tão agradável e viciante quanto o primeiro livro. 
  • Maus: Maus é um quadrinho escrito por Art Spiegelman. Nele, o autor conta a história do próprio pai durante a segunda guerra mundial. Conforme fui lendo, fiquei extremamente chocada com algumas atrocidades que não sabia que aconteciam naquela época. O quadrinho chega a ser uma aula de história e tem diversos momentos extremamente emocionantes. É, com certeza, a minha indicação número um de quadrinho. 
  • Homem Comum: Homem Comum é uma obra do autor americano Philip Roth e trata diversas questões, sendo a principal a mortalidade do homem e como ele encara a sua efemeridade no mundo. O próprio título do livro sugere um homem normal, sem grandes diferenciais para se destacar e é exatamente o que o personagem principal é. É também o motivo pelo qual gostei tanto da obra: porque o narrador era uma pessoa tão comum, que cometeu erros e acertos no decorrer da sua trajetória, consegui me identificar e sofrer junto com os arrependimentos que lhe acometeram no final da vida.
  • O Ano em que disse Sim: O Ano Em Que Disse Sim foi escrito pela roteirista Shonda Rhimes. Eu sou muito fã do trabalho dela e, ao ler a obra, me senti ainda mais conectada a sua história. Principalmente porque ela se provou ser uma mulher não só muito talentosa, como também guerreira e forte. Foi uma leitura extremamente revigorante e, hoje em dia, me sinto inspirada por ela. Quando ela assume o risco de dizer sim para coisas que antes não diria, passa a enfrentar seus medos e a viver momentos diferentes e únicos. Terminei o livro com um sensação positiva e uma força a mais.  
  • Unfiltered: no shame, no regrets, just me: Esse foi um dos meus últimos livros lidos em 2017 e eu já sinto um carinho enorme por ele. Acho que isso aconteceu pelo fato da Lily Collins realmente colocar tanto dela ali e mostrar sua trajetória e essência. Ela foi tão verdadeira que eu acredito que a maioria dos leitores vai sentir um carinho e uma vontade enorme de dar um abraço nela. Além disso, foi uma leitura super rápida e que fluiu muito bem.

12 comentários

  1. Olá, tudo bem?

    Eu achei bem interessante essa respectiva, essas listinhas com as melhores leituras do ano e me identifiquei muito com os livros lidos pela Marjorie, fazem mais o meu estilo literário!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Anelise!
    Adoro essa época do ano por causa de posts como esse haha dá pra conhcer vários livros novos pelos favoritos das pessoas e também dá pra ver vários livrinhos lindos que também estão na minha lista de melhores leituras haha Dentre todos os livros que vocês comentaram, vários estão nos meus melhores também, mas acho que principalmente Unfiltered é o destaque deste ano -- fiquei realmente surpresa e tocada com cada página da biografia. Minha Lady Jane também foi uma grata surpresa, uma leitura bem gostosinha de se fazer. :) Que no próximo ano todas nós tenhamos ainda mais boas leituras!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oie, tudo bem?
    Quantos livros maravilhosos você leu ein?
    Quando vi Outlander fiquei feliz, pois vi a série e amei demais, mas ainda não tenho os livros aqui para lê-los, mas eu espero um dia fazer isso <3
    Parabéns pelas suas leituras e eu amei o post, talvez até faça um parecido *-*
    Beijinhos :*

    ResponderExcluir
  4. Olá, quantos livros bacanas! Eu já li "O Muro", "Mentirosos" e "O ano em que disse sim", e gostei muito deles, bom saber que gostaram também.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oie, tudo bom?
    Cara, isso é muito doido! Porque eu AMO pelo menos um livro da lista de cada uma e vocês, hjahaha. Tô lendo Outlander e também me apaixono pela escrita da autora, é lindimais! E amei quase todos os citados, tenho ranço do "Só os animais salvam", odiei a leitura, rs. Parabéns pelo post, ficou lindo ♥

    ResponderExcluir
  6. Oi.
    Eu não consigo me organizar o suficiente para fazer uma lista assim. Mas acreditam que eu consegui a proeza de não ter lido nenhum livro da lista de nenhuma de vocês? O lado bom é que acrescentei um monte de livros para a minha lista de 2018.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Adoro estes posts de retrospectiva com as melhores leituras do ano e eu nem sabia que a equipe do blog era tão grade. Melhor pra mim, que anotei dicas de todas!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Dessas indicações eu li pouquissimo, acredita? Adorei o post porque é uma linda indicação para o que devo ler no ano que vem! Fiquei super ansiosa com isso e já salvei a lista.

    ResponderExcluir
  9. Oie...
    É até difícil comentar nesse post, pois, tem muuuitos livros aqui que eu li e verdadeiramente amei também, a começar por O Ódio que Você Semeia (The Hate U Give) e Mentirosos. Ainda não li esses livros mencionados da Colleen Hoover, mas, eles já estão na meta de 2018, então, a dica já está anotada.
    Amei seu post... Peguei muitas dicas <3
    Bjo

    ResponderExcluir
  10. Oi! Nossa, acredita que de todo esse monte de livros só li Misery? Rsrs E os meus gostos são mais parecidos com o da Marjorie, pois não vejo a hora de ler Só os Animais Salvam e o do Edgar Allan Poe. Tartarugas até lá embaixo também parece legal. Esses que mais me chamaram a atenção.
    Foi um ano e tanto de leituras ótimas! Parabéns!
    Que 2018 traga muitas mais!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Os favoritos de vocês é basicamente minha lista de desejados. Quero muito ler O conto da Aia, Maus, Jogador número 1 e tartarugas até lá em baixo. Tão no topo da minha lista de desejados.
    Beijos e um ano de muitas leituras

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Que tanto te livro incrível por aqui, hein? A maioria ainda não realizei a leitura, mas quero, aliás, quem não quer ler vários livros? O que estou mais ansiosa para ler é O conto da Aia, que adorei ter visto por aqui.
    Terminei esse mês o livro Tartarugas até lá embaixo e curti muito. Também gostei muito da leitura de O Vilarejo. E os livros Talvez um dia e O sol também é uma estrela são favoritos da vida.
    Beijos

    ResponderExcluir