Querido John, de Nicholas Sparks


Querido John é um livro escrito pelo consagrado autor de best sellers, Nicholas Sparks, publicado pela Editora Arqueiro. Neste livro, conhecemos a história de John Tyree, que após um ano servindo ao exercito dos Estados Unidos da América, retorna a cidade de Wilmington, na Carolina do Norte, para passar o tempo com o seu pai. Sendo um novo homem, mas ainda assim com uma personalidade um pouco mais retraída e introvertida, enquanto admirava o pôr do sol,  John avista uma garota linda, Savannah, e, ao contrário dele, ela acaba sendo muito educada e gentil, sorrindo e sendo amigável. 

Mesmo sendo tão diferentes, o sentimento que surge nos dóis promete ser arrebatador. Mesmo quando John precisa retornar à Alemanha para concluir o serviço militar, Savannah decide esperá-lo, em nome do sentimento forte que nutri a vida do casal. Mas acontecimentos como o 11 de setembro acabam entrando na vida de ambos, enquanto John continua na guerra do Iraque, Savannah reúne forças para superar toda a dor, saudade e tristeza. O que eles não esperavam, é que uma carta mudaria a vida dos dois para sempre.

~~**~~

Querido John, o que dizer sobre esse livro? Eu nunca fui fã do Nicholas Sparks, nunca escondi isso de ninguém, mas quando vi essa edição linda da Arqueiro, me senti tentada a ler essa obra que é tão amada pelos fãs. Quis entender o que se passa e julgar com meus próprios sentimentos o que sentir em relação ao autor e a história. Aqui, temos uma narração em primeira pessoa com o ponto de vista do soldado John. Apesar da narrativa fluir bem, a escrita de Nicholas é o que eu esperava (e me lembrava, pois li Diário de uma paixão há muitos anos atrás), pobre e extremamente comum.

Veja bem, a escrita ágil e a narrativa fluída, não quer dizer escrever de forma pobre. O que me cativou no livro foram os personagens, mas foi difícil lidar com a pobreza de detalhes e problemas estruturais que o livro apresenta. Com a narração em 1ª pessoa, pude perceber melhor o personagem principal, o que acabou deixando-o mais amigável, visto que estava dentro de sua cabeça. No entanto, o que acontece em volta é muito subjetivo e um borrão, onde o leitor não consegue visualizar o total de todo aquele sentimento e de todos aqueles acontecimentos. 

"O que significa amar de verdade outra pessoa?".

O autor coloca um romance instantâneo que demora a conquistar o leitor, principalmente se o leitor não compra romances a primeira vista como eu. Nada é explorado, nada é bem desenvolvido e, até mesmo temas relevantes como Síndrome de Asperger acabam sendo totalmente mal desenvolvidos, pois essa é a forma que o autor resolveu tratar sobre algo que seria muito interessante para a construção da trama.

O romance clichê está ai em todos os cantos do livro. Não foi um livro totalmente ruim, mas deixou totalmente a desejar, visto que o filme é até bonitinho. Quando você tem uma bagagem de leitura, você acaba percebendo questões e questões dentro dos livros. O que quero dizer é que, eu não engulo qualquer coisa mais e o clichê, por exemplo, precisa ser bem trabalhado para me conquistar. O que não aconteceu evidentemente nesse livro.

Em síntese, Querido John é um romance igual, comum e mediano, criado puramente por entretenimento. Apesar dos problemas com o enredo e narrativa e meu problema pessoal com a escrita do autor, os personagens me fizeram comprar um pouco suas histórias particulares e isso me deixou contente. No entanto, não é um livro bom, é um livro razoável e comercial.

Ficha Técnica:
Título: Querido John
Autor: Nicholas Sparks
ISBN-10: 8580417716
Ano: 2017
Páginas: 256
Idioma: português 
Editora: Arqueiro
Livro cedido em parceria com a editora Arqueiro.

Nenhum comentário