Ano produção: 2015
Direção: Lee Toland Krieger
Estreia: 21 de Maio de 2015 (Brasil)
Duração: 110 minutos
Classificação: 12 anos
Gênero: Drama e Romance
País: Estados Unidos da América

Sinopse: Adaline Bowman (Blake Lively) nasceu na virada do século XX. Ela tinha uma vida normal até sofrer um grave acidente de carro. Desde então, ela, milagrosamente, não consegue mais envelhecer, se tornando um ser imortal com a aparência de 29 anos. Ela vive uma existência solitária, nunca se permitindo criar laços com ninguém, para não ter seu segredo revelado. Mas ela conhece o jovem filantropo, Ellis Jones (Michiel Huisman), um homem por quem pode valer a pena arriscar sua imortalidade.

Eu achei lindo. Eu estava muito afim de ir ao cinema sozinha e apreciar um filme que me emocionasse. O escolhido foi A Incrível História de Adaline, e posso dizer com o peito estufado, que foi uma escolha certeira. O filme é leve, doce, encantador, mas também sabe como te deixar com o coração apertado e querendo chorar. A dor de Adaline é muito visível. A atriz Blake Lively, particularmente acho que deu um show, conseguiu transpassar toda a emoção, angústia e solidão da personagem.
Vocês sabem que nas minhas resenhas, eu não fico contando sobre a história do filme e sim sobre as minhas impressões como um todo. Em A Incrível História de Adaline, eu consegui captar a mensagem que o filme quis passar, sem ter ruídos, ou seja, conseguiram me deixar emocionada e ainda fazer uma reflexão mais profunda sobre o meu EU e sobre a minha vida e existência. Além do mais, o filme tem uma fotografia linda, um cenário que te encanta, AMO filmes que se passam em São Francisco, California.
Adaline é uma personagem que tem uma história na bagagem, literalmente. Imagina viver mais de 100 anos, vendo pessoas que ama morrerem aos poucos, não podendo se apaixonar sem que se sinta mal por não poder envelhecer e construir algo ''para sempre'' com a pessoa, imagina só, você sentir medo de se entregar aos sentimentos, porque sabe que uma hora ou outra precisará deixar tudo para atrás, porque a ideia de virar um experimento e objeto de estudo é algo terrível? Bem, eu consegui imaginar e por isso minha empatia por ela foi imediata. Mas CLARO que ela conhece o amor da vida dela (um amor lindo diga-se de passagem), Ellis.
É muito dolorido ver Adaline/Jenny encontrando objetos, pessoas que fizeram parte de sua vida, relembrando lugares, momentos de seu passado ao decorrer do filme. [SPOILER ZONE] É muito triste ver ela encontrando Willian, um jovem americano que conheceu na Inglaterra e que curiosamente é seu sogro atualmente. O senhor logo reconhece e a chama de Adaline, mas ela (que no filme é chamada de Jenny, porque ela teve que mudar o nome várias vezes), disse que Adaline era sua mãe. O senhor, pais de Ellis, fica ''encafifado'' e busca por pistas em seu passado e acaba comprovando que Jenny é Adaline. A cena é bem bonita e dolorosa, porque ela foi embora e o deixou com o anel de noivado nas mãos. Ela - sempre - fugia, porque achava que era necessário e não se permitia ao amor, a realmente viver sua vida. Ela viveu tantos anos, mas esqueceu de como aproveitar. Se prendeu em seu mundo de solidão e angústia.
A foto acima mostra Jenny/Adaline abraçando sua filha, que por muitos anos se passou como mãe dela. Quando pessoas as viam juntas, elas eram mãe e filha/avó e neta e por ai vai. Mas felizmente, o filme tem um final bem fofinho pras duas. Onde Adaline pode assumir para Ellis toda sua história e as duas finalmente não precisarão mais esconder que na verdade, são mãe e filha, sendo Adaline, mãe.
Particularmente adorei o filme. Achei lindo demais. Chorei, me senti angustiada, triste e ao mesmo tempo empolgada. Como citei no começo da resenha, é um filme leve, doce, mas que tem aquela pitada a mais que o deixa melhor e mais consistente. É uma boa dica pra quem gosta de assistir algo mais leve, porém tendo aquela carga dramática. Super indico!

É isso gente, até a próxima! Beijos!

27 Comentários

  1. Oiii
    Eu nao conhecia o filme.
    amo filmes assim.
    Aaa eu quero muito assisti. Aposto que também vou chorar muito.
    Adorei a dica. Anotei aqui.
    Bjs

    http://colecoes-literarias.blogspot.com.br/2015/05/resenha-beijada-por-um-anjo-vol-4.html?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assista sim e provavelmente chore um pouco também rs

      beijos!

      Excluir
    2. Já estou baixando aqui para assistir kkkk
      Depois te conto o que achei.
      bjs e muito obg pela dica.

      http://colecoes-literarias.blogspot.com.br/2015/05/resenha-amor-e-ordem-o-despertar.html

      Excluir
  2. Me encantei por esse filme, sério mesmo! Ainda não tinha ouvido falar nele, até ler seu post. Adoro a Blake Lively, e agora estou ansiosa pra assistir a história de mais essa personagem dela. Já vi que também vou me emocionar muito com ele, seria horrível se uma coisa dessas acontecesse na vida real, com tudo isso de ver as pessoas que a gente ama morrendo e a gente provavelmente nunca mais as vendo.
    Resenha ótima, como sempre ;)

    http://www.thaisnacidade.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thaís, tudo bem? Eu super te indico esse filme, ainda mais se você adora a Blake. Ela está mais maravilhosa do que sempre neste longa. Eu tive uma experiência bem legal assistindo, como disse, eu consegui ter uma reflexão sobre certas coisas da minha vida, então mesmo não sendo uma grande produção do cinema, ele me encantou. Espero que te encante também. <3

      Excluir
  3. Oi Anne, tudo bem?
    Quero muito assistir esse filme!
    Primeiro porque adorei a premissa dessa história e segundo por ser com a Blake, atriz que amo ♥.
    A história parece ser linda e emocionante e eu não vejo a hora de ver esse filme!

    Beijo :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maiara, tudo sim e contigo?
      Assista que vale a pena! Depois me conta o que achou. <3

      Beijos!

      Excluir
  4. Estava querendo ver esse filme a um tempão! Eba! Finalmente estreou, bora assistir!!!!

    ResponderExcluir
  5. Anne que resenha é essa? Abalou meus sentimentos! Sério!!! Fiquei louca para ver o filme e olha que eu nem tava curiosa, nem sabia quem era a atriz que interpretava. To me sentindo totalmente por fora do cinema! O.O
    Vou olhar com certeza! <3

    Beijos e até logo!
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Amanda! Fiquei feliz que tenha gostado. :3 Vá assistir sim e depois me conta o que achou! Haha

      Excluir
  6. Gostei da sua resenha , mas senti falta de saber um pouco sobre o que é mesmo o filme. De qualquer forma, fiquei interessada, já que você disse ser uma história bonita e bem cheia de drama. Adoro drama rsrs !
    Mil beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, mas é pra isso que a sinopse serve! Toda a base da história está contada ali. Gosto de resenhar e contar minhas impressões e não detalhar o filme! Haha é lindo mesmo, acredito que vá gostar. :)

      Excluir
  7. Olá Ane!
    Adorei a dica de filme e fiquei imaginando o quão emocionante deve ser!
    Acredita que não conhecia essa atriz? E se conhecia, não me lembro. Pelo que tu disse, parece que ela realmente conseguiu passar tudo que a personagem sentia! Aliás, adorei a resenha! Parabéns!
    Beijos,
    http://www.entreleitores.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela fez Gossip Girl Jessica, então pode ser que você já tenha a visto em algum lugar, rs. Assista assim, acho que é uma boa dica para deixar o coração mais quentinho. :3

      Excluir
  8. Eu estou vendo muita gente comentando desse filme.
    Nem sabia do que se tratava, mas gostei de tudo que contou e principalmente
    fiquei surpresa por ver a atriz que fez Gossip Girl. Gosto muito da maneira como ela atua.
    Espero gostar do filme, porque pelo jeito deve ser bom mesmo.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/05/resenha-estudo-independente.html

    Parabéns pela sua postagem, porque está muito bem explicada e linda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adoro a Blake também e ela está lindíssima neste filme. Acho que você pode se emocionar silvana! Beijos e obrigada! :)

      Excluir
  9. Céus!!! eu não sabia sobre esse filme, que lindo, nossa dever ser muito triste também, passar por esse sofrimento até encontrar alguém. Vou pesquisar mais sobre ele porque acho mesmo que vou gostar.
    http://vocedebemcomaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá! Tudo bem?

    Esse filme parece ser incrível!

    Gosto muitos de filmes que nos fazem pensar sobre nossa vida e nós mesmos.
    Amo histórias que ora são leves e ora te deixam querendo chorar. Fiquei sem palavras com a sua resenha! Está lindíssima!

    Já anotei o nome do filme e vou assistir o mais rápido possível!

    Beijos e até!
    http://www.dreamsandbooks.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Lorrane! Espero que você goste tanto quanto eu! :)

      Excluir
  11. Anne, que linda resenha!
    Já estava com vontade de ver esse filme, e confesso que fiquei ainda mais!
    Estou super curiosa com o final! Deve ser triste, vou preparada com uma caixinha de lenços, AHHAHA!
    Super beijo!

    www.vintagemoderno.com.br

    ResponderExcluir
  12. Anne! To doidinha para ver esse filme, primeiro é que é com a Black, amo essa atriz linda, a agora a história é maravilhosa também, to bem curiosa, espero logo conferir, e amei a resenha! Linda e preparando o lençol! Beijos
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2015/05/resenha-o-segredo-de-indie-tara-taylor.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai com tudo Paula! Te garanto que vai amar haha A Blake está maravilhosa, como sempre! <3

      Excluir
  13. Achei muito interessante ver a Blake atuando em um filme desse tipo, pena que o enredo não me agradou :/
    Beijos!
    http://www.vivendonoinfinito.com/

    ResponderExcluir
  14. É uma proposta muito agradável, bonito e delicado. Juventude, (não tão) divino tesouro, você não acha? A History of Adaline Incrível é um filme com um bom acabamento técnico e com grande atenção sendo uma fita elegante. O filme convence o espectador desde o início. Irradia um certo magnetismo para essa aparência muito refinada, a narração (voice-over) que vamos introdução na história e vamos desvendar esses dados científicos necessários. Tudo isso forma um produto para consumo fácil, sem pretensões, mas é divertido e saboroso para ver. Teremos que prestar atenção para ver se a atriz Blake Lively tem mais chance de mostrar algo mais do que um sorriso.

    ResponderExcluir